Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Tudo Sobre Cinema

Ingrid Bergman, Audrey e Liz Taylor: onde assistir aos filmes das divas?

Interlúdio, Bonequinha de Luxo e De Repente, no Último Verão são alguns títulos disponíveis nas plataformas digitais

Por Miguel Barbieri Atualizado em 23 abr 2020, 18h14 - Publicado em 23 abr 2020, 15h44

O meu “garimpo” desta semana foi ir atrás dos clássicos das divas. Há poucas opções. Não achei praticamente nada relevante de, por exemplo, Marilyn Monroe e Bette Davis. Mas ainda bem que consegui encontrar algumas pérola de Audrey Hebpurn (1929-1993), Ingrid Bergman (1915-1982) e, sobretudo, Elizabeth Taylor (1932-2011).

Confira abaixo alguns dos filmes dessas estrelas eternas.

+ Assine a Vejinha a partir de 6,90 mensais

Audrey Hebpurn

Sabrina > Há uma refilmagem insossa, de 1995, com Julia Ormond, Harrison Ford e Greg Kinnear. O original, de 1954, é melhor e mais encantador. Muito do charme vem de Audrey e da afiada direção do mestre Billy Wilder. Na trama, ela interpreta a filha de um motorista que vai fazer um curso em Paris e retorna elegante e refinada (os figurinos de Edith Head foram premiados com o Oscar). Passa, então, a ser disputada pelo dois irmãos da família, papéis de Humphrey Bogart e William Holden. Telecine Play, Apple TV+ e iTunes.

Bonequinha de Luxo > Tudo contribuiu para a história da call girl virar um clássico: do figurino ao colar de pérolas, da joalheria Tiffany, na Quinta Avenida, à magistral trilha sonora de Henry Mancini, com a memorável Moon River na sequência de abertura. NOW e Google Play.

A Princesa e o Plebeu > A Fontana di Trevi, a Piazza di Spagna e o Coliseu são algumas das locações do longa-metragem, que concorreu a dez prêmios no Oscar de 1954, incluindo a primeira (e única) estatueta de melhor atriz para Audrey. Ela faz o papel da princesa do título que, em férias na capital italiana, decide apreciar Roma longe de seus seguranças. Conhece, então, o jornalista interpretado por Gregory Peck, por quem se sente atraída — e vice-versa. Mas estaria ele interessado apenas em se aproveitar da situação? Google Play, Apple TV+ e iTunes.

Ingrid Bergman

Casablanca > Em um dos momentos mais emblemáticos, Ilsa (Ingrid) reencontra o grande amor de sua vida, o dono do Rick’s Café, interpretado por Humphrey Bogart. “Play it Sam, play As Time Goes By”, ela pede ao pianista (Dooley Wilson). Simplesmente eterno. NOW, Looke e Google Play.

Sonata de Outono > Em seu último filme para o cinema, a atriz trabalhou com seu conterrâneo, o diretor Ingmar Bergman, em 1978. Ela interpreta uma pianista que, sentindo-se uma mãe ausente, vai visitar a filha (Liv Ullmann) numa tentativa de reconciliação. Telecine Play.

Interlúdio > Um ano depois de filmar Quando Fala o Coração, com o diretor Alfred Hitchcock, Ingrid retomou, em 1946, o trabalho com o mestre do suspense. Nesta trama de espionagem, ela perde o pai, alemão, e aceita uma missão perigosa no Rio de Janeiro: se infiltrar num grupo de nazistas. Acaba, porém, se apaixonando pelo agente do governo, papel de Cary Grant. Concorreu ao Oscar de melhor roteiro original e melhor ator coadjuvante, para Claude Rains. NOW.

Elizabeth Taylor

De Repente, no Último Verão > Só tem feras neste drama perturbador, que concorreu a três prêmios no Oscar em 1960. Na peça de Tennessee Williams com roteiro de Gore Vidal, Katherine Hepburn é uma viúva milionária que pretende mandar fazer uma lobotomia em sua sobrinha (Elizabeth Taylor) com a ajuda de um neurocirurgião (Montgomery Clift). A tia quer que a jovem apague da memória algo que presenciou e a deixou com ataques de loucura num verão e na companhia do primo. Google Play.

Assim Caminha a Humanidade > No monumental épico dirigido por George Stevens (que ganhou o Oscar em 1957), Liz Taylor interpreta Leslie, que se casa com o fazendeiro Bick (Rock Hudson) e com ele vai morar em sua imensa propriedade no Texas. Lá, sentindo-se solitária, ela faz amizade com os empregados e aproxima-se de um peão rebelde, papel de James Dean. Leslie, então, se dá conta da pobreza em que vivem os criados mexicanos. Muitas reviravoltas vão ocorrer na vida dos três protagonistas, em mais de três horas de duração. Google Play.

Cleópatra > A ambiciosa produção dirigida por Joseph L. Mankiewicz (A Malvada) traz Liz no papel-título. Ela faz a rainha egípcia que, após a morte de Júlio César, se une ao amante Marco Antônio (Richard Burton) na intenção de permanecer no trono. Tem três horas de duração. Google Play, Apple TV+ e iTunes.

Gata em Teto de Zinco Quente > A peça de Tennessee Williams ganhou, em 1958, uma versão dilacerante, sobretudo pelas soberbas atuações de Liz e Paul Newman, que interpretam um casal com a união em ruínas. Google Play, Apple TV+ e iTunes.

A Última Vez que Vi Paris > Charles (Van Johnson) retorna à capital francesa após uma ausência de dois anos e, lá, relembra o grande amor de sua vida, Helen (Liz), que ele conheceu logo após o fim da II Guerra Mundial e jamais a esqueceu. NOW.

Continua após a publicidade

Quer me seguir nas redes sociais? Anote: 

Facebook: facebook.com/paginadoblogdomiguel
Twitter: @miguelbarbieri
Instagram: miguelbarbieri
YouTube: Miguel Barbieri Jr. 

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade