Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Tudo Sobre Cinema

Estupro coletivo e abuso sexual são temas de filmes na Netflix e na HBO

Os casos reais são abordados de forma incisiva e impactante

Por Miguel Barbieri 22 ago 2019, 16h39

Dois documentários trazem à tona assuntos bastante atuais: a cultura do estupro e o assédio sexual. E ambos são muito bons e parecem “escondidos” nas plataformas digitais. Rede de Abuso está na Netflix. No Coração do Ouro — O Escândalo da Seleção Americana de Ginástica, eu vi na HBO pelo NOW – quem tem HBO GO também pode acessar.

Rede de Abuso traz à tona um chocante episódio ocorrido na pequena e pacata cidade de Steubenville, no Estado de Ohio, em 2012. Menor de idade, uma garota foi à delegacia com a mãe prestar queixa de estupro. Ela estava bêbada e não se lembrava do que havia se passado na noite anterior. Foi então que as suspeitas recaíram sobre jogadores do time de futebol americano da universidade, que fizeram festas em três casas distintas. Como eles eram os queridinhos da população, a sujeira foi varrida para debaixo do tapete e a vítima (que jamais aparece no documentário), tachada de vadia. Só que a blogueira Nancy Schwartzman rastreou as redes sociais dos rapazes e encontrou, além de um vídeo revelador, trocas de mensagens de baixo calão. É a cultura do estupro sendo abordada de uma forma incisiva e marcante. Netflix.

Nancy Schwartzman rastreou as redes sociais dos jogadores Divulgação/Divulgação

No Coração do Ouro — O Escândalo da Seleção Americana de Ginástica expõe a trajetória de Larry Nassar. Médico da equipe olímpica de ginastas americanas, ele era conhecido por sua gentileza, mas, por trás da bondade, havia um predador sexual, que abusava sexualmente das garotas em seu consultório. Por meio de depoimentos das mulheres e imagens de arquivo, o documentário disseca passo a passo o caso que abalou o meio esportivo. O ápice fica para o desfecho, com o pedófilo no tribunal ouvindo as confissões das vítimas. HBO pelo NOW ou HBO GO.

Larry Nassar foi médico da ginastas olímpicas Divulgação/Divulgação
  • Que me seguir nas redes sociais? Anote:

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade