Clique e assine por apenas 6,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade.

Tudo o que você precisa saber sobre a chegada da rede Wendy’s a São Paulo

Um contrato de 10 milhões de reais foi firmado por quatro sócios brasileiros, entre eles o cantor sertanejo Sorocaba, para trazer a marca americana de fast-food Wendy’s para cá. O montante bancou pesquisas de mercado e infraestrututra para as três primeiras lojas no Brasil. Foram necessários quase quatro anos de negociações e cerca de dez viagens aos Estados Unidos para […]

Por VEJA SP - Atualizado em 26 Feb 2017, 11h23 - Publicado em 25 Jun 2016, 00h00
Gholmieh: negócio de 10 milhões de reais. Foto: Leo Martins

Gholmieh: negócio de 10 milhões de reais (Foto: Leo Martins)

Um contrato de 10 milhões de reais foi firmado por quatro sócios brasileiros, entre eles o cantor sertanejo Sorocaba, para trazer a marca americana de fast-food Wendy’s para cá. O montante bancou pesquisas de mercado e infraestrututra para as três primeiras lojas no Brasil.

Foram necessários quase quatro anos de negociações e cerca de dez viagens aos Estados Unidos para que os famosos sanduíches quadrados desembaracassem aqui, além de adaptações do cardápio ao paladar nacional – como a suavização das receitas dos molhos de pimenta.

+ Com investimento milionário, empresário traz rede Taco Bell a São Paulo

Continua após a publicidade

A primeira filial, com mais de 700 metros quadrados, deve ser inaugurada em 13 de julho, em um cruzamento da Avenida Juscelino Kubitschek com a Rua Professor Atilio Innocenti, no Itaim Bibi, com dois andares, (em funcionamento no esquema 24 horas de quinta a sábado). A segunda unidade, que funcionará no número 500 da Rua Funchal, tem previsão de abertura na semana seguinte, no mesmo bairro, em um prédio de três andares. Outros três endereços devem chegar à cidade até o fim do ano, longe da Zona Sul.

(Foto: Divulgação)

Projeção da fachada da loja na Rua Funchal (Foto: Divulgação)

“Vamos nos posicionar entre o cardápio barato dos fast-foods e as hamburguerias gourmet, em um estilo ‘fast-casual’”, afirma Marcel Gholmier, um dos sócios. A refeição chegará à mesa servida em pratos de cerâmica e as bebidas, em copos de vidro.

A grande aposta é o sanduíche baconator. O lanche custará 24 reais. Leva dois hambúrgueres de carne tipo angus, queijo cheddar, maionese, catchup e seis tiras de bacon.

Continua após a publicidade
Sanduíche baconator: sócios apostam que esse será o carro chefe da rede no país (Foto: Divulgação)

Sanduíche baconator: sócios apostam que esse será o carro chefe da rede no país (Foto: Divulgação)

Outra novidade na implantação do rede americana é o serviço Wendy’s Café, que servirá hits do café brasileiro, como sucos, chás, iogurte, pão de queijo e o tradicional pão na chapa. Também integra o menu o queijo quente e o misto quente. Para que não aconteça algo como Um Dia de Fúriao serviço de café da manhã/padaria funcionará das 7h da manhã até o fechamento das unidades.

O lançamento ainda traz equipamentos high-tech, como o table locator, um dispositivo que identifica o seu pedido e onde você se sentou e, instantaneamente, manda seu pedido para a cozinha. Dessa forma, evita-se que seu lanche esfrie antes de você se sentar. A promessa é que sua refeição seja entregue em menos de dez minutos.

 

Publicidade