Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Surfista vira bombeiro honorário após socorrer famílias em São Bernardo do Campo

Após vencer vício por drogas, Marcelo Luna se tornou especialista em ondas gigantes e agora planeja lançar uma nova biografia

Por Humberto Abdo Atualizado em 19 jul 2021, 09h28 - Publicado em 16 jul 2021, 06h00

Após sair de São Bernardo do Campo para ser surfista, Marcelo Luna, 36, acredita ter acumulado histórias suficientes para lançar uma biografia. Além de ter trabalhado no setor imobiliário, o atleta já foi nomeado bombeiro honorário por seu apoio ao resgate de famílias em um alagamento na Grande São Paulo. “Peguei meu jet ski e fui ajudar.” Um dos capítulos será dedicado ao envolvimento com as drogas. “Quando falamos das nossas próprias dores, dói mais, então foi difícil escrever, principalmente sobre minha infância, quando meu pai era alcoólatra.” Hoje Luna é especialista em ondas gigantes, vertente que ele descreve como a “Fórmula 1 do surfe”. “Tudo é mais caro e mais perigoso”, define. “Eu cresci no universo do skate e o primeiro encontro com o surfe foi no Guarujá. Nesse dia tive também um encontro comigo mesmo e decidi que era disso que precisava para continuar a viver.”

 

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 21 de julho de 2021, edição nº 2747

  • Continua após a publicidade
    Publicidade