Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Ronaldo Fenômeno tem dois anos de IPTU de sua mansão atrasados

Prefeitura cobra impostos de 2018 e 2019 da mansão de 1 125 metros quadrados e valor venal de 6,3 milhões de reais do ex-jogador

Por Ana Carolina Soares Atualizado em 28 fev 2020, 14h21 - Publicado em 28 fev 2020, 06h00

Ex-craque da seleção e hoje dono do time Valladolid, na Espanha, Ronaldo Nazário, 43, tem dois processos em aberto movidos pela prefeitura de São Paulo para cobrar IPTUs atrasados de 2018 e 2019. A mansão do Fenômeno na Rua Venezuela, nos Jardins, possui 1 125 metros quadrados e valor venal de 6,3 milhões de reais.

Lá, ele construiu um casarão de dois andares, que conta com detalhes de mármore e escadaria de ferro retorcido, que recebeu reforma assinada pela arquiteta Carolina Maluhy. No total, Ronaldo deve 211 000 reais de impostos.

Sobrou até para o Bradesco, por ter financiado o imóvel do ex-atacante. De acordo com os autos, o banco fez um depósito judicial para garantir o pagamento da dívida e, assim, livrar a instituição do Cadastro Informativo dos Créditos não Quitados (Cadin). Mas os advogados do Bradesco pedem a retirada da marca do processo, afinal, quem deveria pagar o IPTU seria Ronaldo, que mora na casa.

A assessoria de imprensa do ex-jogador diz que considera a dívida quitada, e ele, por não ter sido notificado, desconhece qualquer processo de cobrança. Hoje em dia, o ex-craque passa a maior parte de seu tempo na Espanha.

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 4 de março de 2020, edição nº 2676.

+ OUÇA O PODCAST #SPonha

Continua após a publicidade
Publicidade