Clique e assine por apenas 6,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade.

Rogério Ceni lança linha de relógios

Um dos maiores ídolos da história do São Paulo, Rogério Ceni lançou nesta segunda (5) uma linha de relógios comemorativos aos seus 25 anos de carreira como goleiro do clube do Morumbi. “Fui procurado no começo do ano para fazer essa parceria com a Technos”, diz. “Todos os modelos foram aprovador por mim.” Ao todo, […]

Por João Batista Jr. - Atualizado em 26 Feb 2017, 14h33 - Publicado em 5 Oct 2015, 21h30
Ceni em ação: um dos maiores goleiros do país (Foto: Reprodução /  Facebook)

Ceni em ação: um dos maiores goleiros do país (Foto: Reprodução / Facebook)

Um dos maiores ídolos da história do São Paulo, Rogério Ceni lançou nesta segunda (5) uma linha de relógios comemorativos aos seus 25 anos de carreira como goleiro do clube do Morumbi. “Fui procurado no começo do ano para fazer essa parceria com a Technos”, diz. “Todos os modelos foram aprovador por mim.” Ao todo, serão três linhas: uma para prestigiar o 100º gol de sua carreira, em 2011, contra o rival Corinthians; outro pelas mais de 900 partidas como capitão do time tricolor; e o terceiro pelos 131 gols já marcados (apenas 131 peças foram confeccionadas). 

 

Ceni em parceria com a Technos: lançamento

Modelo comemorativo ao goleiro: peças vão custar de 399 a 4 900 reais (Foto: Divulgação)

Continua após a publicidade

Ceni afirma que vai mesmo se aposentar no final desde ano. “No máximo, tenho mais treze partidas até dezembro”, contabiliza. “Vou me retirar dos gramados, não há dúvidas.” O atleta tem uma rotina de trabalho rigorosa e costuma sair dos treinos mais tarde que seus colegas. “Tenho 42 anos, minha recuperação é mais lenta.” No clube, especula-se muito sobre a possibilidade dele assumir um cargo na diretoria do clube a partir do ano que vem. “Não há nada definido. Mas eu não trato o São Paulo como meu trabalho, é como se fosse a minha casa. Nas concentrações, durmo há 23 anos no mesmo quarto do centro de treinamento.”

Publicidade