Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Racismo, amor e política: canal de humor faz sucesso com casal de atores

Criado em 2015, canal Uatafuke?! é comandado por Johnny Klein e Camila Bertani e tem formato de vídeos curtos inspirados na extinta plataforma Vine

Por Humberto Abdo Atualizado em 1 dez 2020, 10h02 - Publicado em 27 nov 2020, 06h00

Nascido em uma comunidade de Cidade Tiradentes, Johnny Klein, 24, é o criador do canal de humor Uatafuke?!, com mais de 1 milhão de seguidores. Entre questões raciais, política e cotidiano, seus esquetes surgiram no extinto Vine, plataforma dedicada a vídeos curtos cujo formato o inspira até hoje. “Entrei na internet pela dificuldade em ser ator e negro”, pontua. “É difícil conseguir papéis que não sejam o de ladrão ou o da favela, sem cair nos estereótipos. Ao fazer coisas diferentes, quero que os brancos possam refletir e ouvir a gente.”

Com todo o sucesso, Klein chegou a conquistar objetos de desejo, como uma câmera nova e mais tênis para sua coleção, hoje com cerca de trinta pares, além de viajar para os Estados Unidos pela primeira vez. Atualmente ele grava os vídeos com a namorada, Camila Bertani, atriz que conheceu quando estudava teatro. “Eu não trabalhava com humor na época, não me achava engraçado, mas tinha umas viagens que fazia no celular e nunca postava porque tinha vergonha.”

Johnny e Camila: os dois se conheceram no teatro e hoje apresentam canal de humor juntos.
Johnny e Camila: os dois se conheceram no teatro e hoje apresentam canal de humor juntos. YouTube/Reprodução

Até o próximo ano, o ator também estreia a série Casa da Vó, que será lançada pela inédita Wolo TV, plataforma de streaming dedicada à população negra. A produção, com a cantora Margareth Menezes no elenco, será composta quase inteiramente de negros. “Terminamos de gravar agora, até o Rincon Sapiência participou”, antecipa.

Publicado em VEJA São Paulo de 2 de dezembro de 2020, edição nº 2715.

+Assine a Vejinha a partir de 5,90

Continua após a publicidade
Publicidade