Clique e assine por apenas 6,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Projeto monta galeria de arte colaborativa em corredor na Oscar Freire

A partir do fim de agosto, local instagramável onde funcionava a loja de Tufi Duek será ocupado pela Casa Expo, dos curadores Fábio Porchat e Eduardo Mônaco

Por Juliene Moretti - Atualizado em 31 jul 2020, 02h32 - Publicado em 31 jul 2020, 06h00

Um novo espaço para a comercialização de obras de arte é a aposta dos curadores Fábio Porchat (sim, ele é o pai do famoso humorista) e Eduardo Mônaco, a partir do fim de agosto. Os dois se uniram para colocar de pé a Casa Expo, que trará outros curadores e galeristas para exposições colaborativas. O endereço escolhido é o corredor com saídas para as ruas Oscar Freire e Bela Cintra, onde funcionava a loja de Tufi Duek. “A ideia é que se preencha o lugar com peças de arte e que as pessoas não tenham medo de andar pela passagem”, explica Porchat. Da área de 1 200 metros quadrados, aproveitaram a escadaria de pastilhas vermelhas e a parede de taipa do projeto de dois andares do arquiteto Isay Weinfeld. Eles prometem manter o local ativo, com música e um bar, seguindo os protocolos de segurança. “É um lugar instagramável e pretendemos abrir para eventos”, diz Mônaco. Com previsão de abrir em 27 de agosto, a exposição de estreia será Resistência da Arte, com artistas escolhidos por outros sete curadores, como Alessandro Tenucci. Segundo eles, o investimento de 200 000 reais, sem patrocínio, será dividido entre os participantes. “Buscamos também investimentos, mas o modelo de negócio será dessa forma, rateando os custos da exposição”, finaliza Mônaco.

 

+Assine a Vejinha a partir de 6,90

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 5 de agosto de 2020, edição nº 2698.

+ ASSISTA A LORENÇATO EM CASA

Continua após a publicidade
Publicidade