Prefeito de Ferraz de Vasconcelos, Acir Filló, enfrenta Facebook com rede social evangélica

Prefeito de Ferraz de Vasconcelos, na região metropolitana de São Paulo, Acir Filló decidiu investir em uma rede social de nicho. Em junho, desembolsou 50 000 reais para criar o Faceglória. O site congrega 200 000 evangélicos. “Os usuários não podem compartilhar nenhum conteúdo gay, violento, com palavrões ou conteúdo malicioso”, diz. Apesar do tamanho insignificante perto […]

Filló: sem palavrão  e sem conteúdo gay

Filló: sem palavrão
e sem conteúdo gay

Prefeito de Ferraz de Vasconcelos, na região metropolitana de São Paulo, Acir Filló decidiu investir em uma rede social de nicho. Em junho, desembolsou 50 000 reais para criar o Faceglória. O site congrega 200 000 evangélicos. “Os usuários não podem compartilhar nenhum conteúdo gay, violento, com palavrões ou conteúdo malicioso”, diz. Apesar do tamanho insignificante perto do 1,4 bilhão de usuários do Facebook, a empresa de Mark Zuckerberg se incomodou e recentemente mandou uma notificação extrajudicial para Filló por uso indevido do nome. “Não podem falar nada, eles copiaram o Orkut”, acha o prefeito. A briga não o fez excluir seus dois perfis do Facebook: tem 28 000 curtidas na página profissional e 444 amigos na pessoal.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s