Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Paulistanos se unem para salvar família de venezuelanos imigrantes

Casal com três filhos foi descoberto por jornalista durante uma caminhada na Paulista; "corrente do bem" já colaborou com doações, casa nova e um emprego

Por Humberto Abdo Atualizado em 26 nov 2020, 19h17 - Publicado em 27 nov 2020, 06h00

Sentada na calçada da Paulista, uma família de venezuelanos chamou atenção de Henrique Picarelli, 41, no último Dia da Criança. “Pediam ajuda e entendi que era uma história como a de muitos imigrantes tentando a sorte aqui”, relembra. “Viemos de carona para chegar ao Brasil”, conta Adolfo Nieto Pacheco (foto), 48, o pai da família. Do estado de Monagas, eles passaram por Roraima antes de vir para São Paulo, onde vivem há dois meses. “Tivemos de vender nossas coisas para ter alimento e ficamos na rua. Chorávamos muito.”

Adolfo Nieto Pacheco veio da Venezuela para o Brasil com a esposa e três de seus filhos. Henrique Picarelli/Reprodução

Nas redes sociais, Picarelli divulgou o caso. “Desencadeou uma corrente inacreditável de grupos tentando um emprego e fazendo doações”, admira- se. Em menos de um mês, Adolfo foi contratado em uma lanchonete e acaba de conquistar uma nova vaga, agora como auxiliar de soldador, sua profissão na Venezuela. O quarto de apenas 12 metros quadrados no Bixiga, que abrigava o homem, a esposa e três filhos, será substituído por uma casa maior, com aluguel pago por voluntários nos primeiros meses. “Minha esposa e eu somos pessoas humildes, só queríamos um trabalho e uma casinha para meus meninos”, desabafa Adolfo. “Temos uma família passando por dificuldades na Venezuela, fico triste por não saber como estão sobrevivendo.”

Isabel e os três filhos foram descobertos em região da Paulista pelo jornalista Henrique Picarelli. Henrique Picarelli/Reprodução

 

Publicado em VEJA São Paulo de 2 de dezembro de 2020, edição nº 2715.

+Assine a Vejinha a partir de 5,90

Continua após a publicidade
Publicidade