Clique e assine com até 89% de desconto
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Paulistano assume pesquisas de marca dedicada a cannabis medicinal no país

Novo diretor médico da HempMeds, neurologista Renato Anghinah notou aumento nos tratamentos à base de CBD para depressão e ansiedade durante pandemia

Por Humberto Abdo Atualizado em 18 set 2020, 15h32 - Publicado em 18 set 2020, 06h00

O neurologista paulistano Renato Anghinah, 58, é o novo diretor médico global da HempMeds, empresa de cannabis medicinal com operações no Brasil. Além de assumir pesquisas e estudos médicos da marca, ele continua a atender em seu consultório, onde já prescreve medicamentos à base de canabidiol, a maioria deles disponível apenas por importação mediante prescrição médica e autorização da Anvisa. “Nas farmácias brasileiras só existe um produto hoje, no ano que vem teremos mais, inclusive da HempMeds”, antecipa. Inicialmente indicada para tratar epilepsia refratária e autismo, a medicação passou a ser usada para distúrbios do sono, depressão e ansiedade — principalmente na pandemia, segundo o doutor, que também utiliza um desses remédios para cuidar de um problema inflamatório crônico. “Não sou impressionável, tentei para me livrar de outros anti-inflamatórios e a experiência superou as expectativas.”

+Assine a Vejinha a partir de 6,90

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 23 de setembro de 2020, edição nº 2705.

  • Publicidade