Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Humberto Abdo (Maria Carolina Matheus da Silva) Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

O futuro da montadora Aston Martin no Brasil

Quem passou pela Rua Colômbia recentemente pode ter percebido uma ausência importante: a loja da Aston Martin está completamente vazia. Não há nenhum veículo dentro dela. Há apenas um funcionário a postos para atender os telefonemas. Criado em 1914 na Inglaterra, o carro é um dos mais sofisticados e tecnológicos do mundo. O preço chega […]

Por João Batista Jr. Atualizado em 25 fev 2017, 21h06 - Publicado em 25 nov 2016, 14h59
Carro estacionado em frente à loja da Avenida Europa: espaço está vazio (Foto: Reprodução)

Carro em frente à loja da Rua Colômbia: loja está vazia (Foto: Reprodução)

Quem passou pela Rua Colômbia recentemente pode ter percebido uma ausência importante: a loja da Aston Martin está completamente vazia. Não há nenhum veículo dentro dela. Há apenas um funcionário a postos para atender os telefonemas. Criado em 1914 na Inglaterra, o carro é um dos mais sofisticados e tecnológicos do mundo. O preço chega a 1,5 milhão de reais.

Quando se instalou aqui, no segundo semestre de 2010, a concessionária vendeu doze unidades em quinze dias. De acordo com o empresário Sergio Habib, que trouxe a empresa para cá, a montadora não deixa de operar no Brasil. Ele diz que a loja vai passar por uma reforma. Ainda não há data de reabertura.

De todo modo, a crise afetou muito as vendas. Se nos anos anteriores, o negócio vendia 25 peças por ano, em 2015 não chegou a doze unidades.

Continua após a publicidade

Publicidade