Clique e assine por apenas 5,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Moradores em Higienópolis reclamam de ruídos dos dois lados do Abaeté

Equipamentos de padaria e laboratório incomodam os condôminos de edifício na Rua Pará; estabelecimentos se manifestaram

Por Humberto Abdo - Atualizado em 9 out 2020, 08h50 - Publicado em 9 out 2020, 06h00

Em Higienópolis, moradores do Edifício Abaeté lutam para silenciar os ruídos da vizinhança: de um lado, os aparelhos e o alarme do Lavoisier; do outro, os exaustores da Le Blé Casa de Pães. “No caso do laboratório, a briga tem mais de dez anos, já mandamos carta de reclamação e nem se manifestaram”, protesta Stella Jaffe, 70, síndica do condomínio. Segundo ela, há cerca de um mês o alarme de segurança chegou a disparar no sábado e só foi desligado na segunda. “Quando isso aconteceu, falei para a gerente ‘não saio daqui até você arrumar de uma vez’”, conta. Na altura do quinto andar, uma moradora que prefere não se identificar usou um aplicativo que mede a altura dos decibéis e detectou 65dB com janela aberta — dentro do volume permitido das 7h às 22h e acima do limite a partir das 22h.

“Até o momento não foi identificado ruído que perturbe a lei do silêncio”, respondeu a assessoria do laboratório em nota à Vejinha. “A unidade Angélica não possui gerador de energia, o que descarta qualquer barulho do equipamento. Em respeito à boa convivência com a comunidade local, contratamos empresa especializada para emissão de laudo técnico.” Para Juliano Vieira, gerente da padaria, o contato da reportagem foi uma surpresa. “Sempre tomamos cuidado porque os vizinhos são nossos clientes. Já gastamos mais de 10 000 reais com equipamentos de redução de ruído”, revela. “Estamos fazendo nossa parte, acho exagerado levar isso à imprensa.”

 

Fachada do Lavoisier na Avenida Angélica. Google Maps/Reprodução

Publicado em VEJA São Paulo de 14 de outubro de 2020, edição nº 2708.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90 

Continua após a publicidade
Publicidade