Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Mel Lisboa e Leonardo Miggiorin estrelam série sobre vida na cracolândia

Eles trabalham juntos pela primeira vez desde Presença de Anita; morador da República, diretor conta ter sofrido dois despejos na pandemia

Por Humberto Abdo Atualizado em 25 mar 2021, 10h56 - Publicado em 26 fev 2021, 06h00

Diretor da Cia Pessoal do Faroeste, Paulo Faria comanda a série Fome, baseada na vida de um cortiço na cracolândia e nos contratempos dos moradores. “Atualizamos as famílias com as realidades da pandemia”, resume. A produção, inspirada na peça Re-Bentos, será dividida em episódios para o Instagram e estrelada por Mel Lisboa e Leonardo Miggiorin — que atuam juntos pela primeira vez desde a época da minissérie Presença de Anita, exibida na Globo.

Paulo Faria, diretor da Cia Pessoal do Faroeste:
Paulo Faria, diretor da Cia Pessoal do Faroeste: “O Centro é periferia.” Alice Vergueiro/Divulgação

Na quarentena, o diretor sofreu mais de um despejo: primeiro de seu apartamento na Santa Ifigênia, depois da sede do teatro, instalada na Rua do Triunfo, na República (recebiam o repasse de um programa de fomento que foi interrompido em 2020). “O aviso chegou enquanto fazíamos uma das distribuições de alimentos e perguntei: ‘Posso continuar a entregar minhas cestas?’”, relembra. Uma petição e audiência suspenderam a ação e agora o grupo espera divulgar a situação do bairro e da companhia com a nova série. “Como podemos terminar a pandemia com menos teatros?”, questiona. “Aqui é uma periferia, mas o Centro não gosta de se admitir assim, tem essa arrogância… Enquanto isso, tivemos uma quadra inteira despejada dos prédios.”

+Assine a Vejinha a partir de 6,90

Publicado em VEJA São Paulo de 3 de março de 2021, edição nº 2727

  • +Assine a Vejinha a partir de 6,90

    Publicidade