Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Marta Suplicy organiza megaevento para Dia da Consciência Negra

Espaços temáticos vão retratar as "histórias de negros brasileiros que não estão nos livros escolares", disse a ex-senadora com exclusividade à coluna

Por Humberto Abdo Atualizado em 9 out 2021, 09h45 - Publicado em 8 out 2021, 19h48

Mais de 100 estandes temáticos farão parte de um megaevento sobre a cultura negra brasileira no Pavilhão do Anhembi. O projeto é uma iniciativa da ex-senadora Marta Suplicy, atual secretária de Relações Internacionais da prefeitura de São Paulo, e será aberto ao público nos dias 20 e 21 de novembro em homenagem ao Dia da Consciência Negra.

“A alma do evento será a contribuição do negro no Brasil. Eles construíram a riqueza paulistana com seus braços nas fazendas do interior paulista e tudo isso tem que ser resgatado”, resume Marta, que contou com a ajuda da assessora Adriana Vasconcellos. “Eu disse a ela: agora você vai me ajudar a colocar os pilares mais importantes e pensar em tudo o que for fora da casinha, porque não adianta fazer um evento onde as pessoas negras não vão se sentir representadas.”

O estágio seguinte foi convidar o carnavalesco André Rodrigues para compor os elementos da cultura negra e africana no espaço e incluir referências da trajetória do carnaval. “Só que em vez de carros alegóricos, teremos alamedas divididas em temas como cultura, empreendedorismo e a mulher negra.”

A I Expo Internacional da Consciência Negra, como será chamada, terá dois dias de visitação gratuita, com capacidade para cerca de 5 000 pessoas por dia. No dia 22 de novembro, o local terá palestras e presença de empresas africanas. “Em termos de negócios, eles têm uma pujança que vai muito além da miséria e fome da qual ouvimos falar tanto”, diz. A ideia será, sobretudo, destacar grandes figuras da cultura negra que marcaram o país. “Histórias essas que não estão nos livros escolares.”

Marta Suplicy faz selfie com funcionário de exposição.
Marta Suplicy faz selfie com montador da exposição. Ele veio de Parintins com uma equipe para ajudar no trabalho. Fábio Andrade/Divulgação

 

 

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade