Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

José Roberto Batochio deixa a Avenida Paulista pelo excesso de manifestações

Uma procissão de poderosos — entre eles, Paulo Maluf e Guido Mantega — já precisou bater às portas do escritório do advogado criminalista José Roberto Batochio, no 16‚ andar de um prédio na Avenida Paulista. Agora, quem recorrer aos seus préstimos vai se dirigir a outro endereço, na Faria Lima. A mudança ocorrerá em dezembro. “Deixo a Paulista porque o excesso de manifestações tornou […]

Por João Batista Jr. Atualizado em 26 fev 2017, 15h54 - Publicado em 9 out 2015, 20h20
Batochio: adeus, Avenida Paulista (Foto: André Lucas Almeida / Futura Press)

Batochio: adeus, Avenida Paulista (Foto: André Lucas Almeida / Futura Press)

Uma procissão de poderosos — entre eles, Paulo Maluf e Guido Mantega — já precisou bater às portas do escritório do advogado criminalista José Roberto Batochio, no 16‚ andar de um prédio na Avenida Paulista. Agora, quem recorrer aos seus préstimos vai se dirigir a outro endereço, na Faria Lima. A mudança ocorrerá em dezembro. “Deixo a Paulista porque o excesso de manifestações tornou impossível trabalhar aqui”, argumenta. “Não são raros os dias em que tenho de deixar meu carro a três quadras do serviço.” Batochio se diz favorável aos atos, mas sugere outros locais para isso. “Deveriam ser no Sambódromo, de forma organizada”, acredita. “Por mim, seriam colocadas grades no vão livre do Masp. Temo que um dia botem fogo em tudo e queimem o acervo do principal museu do país.”

+ Guido Mantega protocola processo contra homens que o xingaram em restaurante 

Publicidade