José Dirceu recorre à Justiça para tentar despejar inquilino caloteiro

O locatário deve mais de 334 000 reais de aluguel de um imóvel na capital

Tão logo saiu da prisão, em novembro passado, o ex-ministro José Dirceu recorreu ao Judiciário para tentar despejar um inquilino que lhe deve mais de 334 000 reais de aluguel. O imóvel em questão é uma casa de 501 metros quadrados localizada na Avenida República do Líbano, próximo ao Parque Ibirapuera. Desde que o contrato foi assinado, em dezembro de 2016, o empresário Marcelo Tadachi Ogata nunca pagou a mensalidade de 8 000 reais (valor atualizado), tampouco o IPTU, hoje em 3 400 reais por mês. Enquanto corre atrás do devedor e tenta obter a residência de volta, Dirceu vê a prefeitura lhe cobrando mais de 250 000 reais referentes ao imposto atrasado desde 2016 e as custas dos respectivos processos movidos pela municipalidade. Procurados, Dirceu e Ogata não quiseram se manifestar.

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 15 de janeiro de 2020, edição nº 2669.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s