Clique e assine por apenas 6,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Isabella Fiorentino se torna madrinha de ONG

Isabella Fiorentino virou madrinha do Instituto Pequenos Grandes Guerreiros (PGG), envolvido com pacientes de enterocolite necrosante, uma inflamação no intestino que atinge principalmente bebês prematuros e pode levar à necrose do órgão. Ela despertou para o problema a partir do caso de Marina do Nascimento. Em 2014, a bebê mobilizou campanhas na internet para financiar uma cirurgia no exterior. “Entrei em contato com […]

Por VEJA SP - Atualizado em 26 fev 2017, 12h11 - Publicado em 25 jun 2016, 00h00
Isabella: embaixadora de uma ONG. Foto: Mario Rodrigues

Isabella: madrinha de uma ONG (Foto: Mario Rodrigues)

Isabella Fiorentino virou madrinha do Instituto Pequenos Grandes Guerreiros (PGG), envolvido com pacientes de enterocolite necrosante, uma inflamação no intestino que atinge principalmente bebês prematuros e pode levar à necrose do órgão. Ela despertou para o problema a partir do caso de Marina do Nascimento. Em 2014, a bebê mobilizou campanhas na internet para financiar uma cirurgia no exterior. “Entrei em contato com a mãe e fui visitá‑la”, lembra a modelo.

+ Silvio Santos manda Jequiti criar perfume de Anitta

Arrecadaram‑se na ocasião 2 milhões de reais e a história terminou bem. “Ao saber do interesse de Isabella pelo assunto, tive a ideia de chamá‑la”, conta Simone Rosito, fundadora do PGG, criado no início de 2016. Há um mês, Simone perdeu um sobrinho de quase 1 ano para a doença.

Publicidade