Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Humberto Abdo (Maria Carolina Matheus da Silva) Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Gal Costa fará show ao vivo na Virada Sustentável; confira as atrações

Evento terá grafites, instalações e apresentações musicais em formato híbrido; o fundador André Palhano antecipou a programação com exclusividade à coluna

Por Humberto Abdo Atualizado em 19 ago 2021, 17h46 - Publicado em 20 ago 2021, 06h00

“Nunca foi uma virada ambiental feita só para abraçar árvores”, brinca André Palhano, 45, fundador da Virada Sustentável, que ocorre de 2 a 22 de setembro em São Paulo, desta vez em formato híbrido. Com as adaptações para a 11ª edição, André espera continuar expandindo o significado do nome do evento. “Não falamos só de mico-leão-dourado e reciclagem. Sustentabilidade envolve economia, a questão da fome e diversidade.”

No calendário, serão quatro shows com Lenine, Gal Costa, Zeca Baleiro e o infantil Grupo Triii. “Todos no Teatro Sérgio Cardoso e não em parques abertos, como sempre fizemos.”

Além de grafites gigantes (alguns com mais de 1 000 metros quadrados) criados em sete CEUs, a programação inclui as clássicas oficinas, atividades do Sesc e instalações pela cidade. “Na Ponte Estaiada, teremos uma intervenção de bailarinas penduradas em cordas enormes, com uma mensagem no local”, antecipa. “E o Parque Bruno Covas terá uma exposição sobre a história do Rio Pinheiros.”

André Palhano, fundador da Virada Sustentável, posa de braços cruzados, uma das mãos no queixo, vestindo camiseta preta. Ao fundo, árvores e arbustos.
André Palhano, fundador da Virada Sustentável. Arquivo Pessoal/Reprodução

 

Continua após a publicidade

VEJA MAIS | Por sonho da paternidade, homens buscam barriga solidária ou de aluguel

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 25 de agosto de 2021, edição nº 2752

Continua após a publicidade

Publicidade