Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Felipe Titto protagoniza campanha “Amigo meu não bate em mulher”

Ideia é quebrar o estereótipo do ´hétero topzer´, diz ator, embaixador de marca que vai reverter parte das vendas para ONG de vítimas de violência

Por Ana Carolina Soares Atualizado em 28 fev 2020, 14h29 - Publicado em 28 fev 2020, 06h00

Na terça (3), a Cless Cosméticos lança em um evento no rooftop do Jardim Pamplona Shopping a campanha “Amigo meu não bate em mulher”. A ação escalou como embaixador o ator e empresário Felipe Titto, 33, e vai reverter uma porcentagem (não revelada) da venda de produtos masculinos ao projeto Apolônias do Bem, que dá assistência odontológica a mulheres vítimas de violência doméstica. A seguir, ele fala sobre a campanha.

Por que um agressor iria querer ser seu amigo?

Meus amigos nunca agrediram ninguém. A ideia da campanha veio porque sou um cara que me cuido, mas quero quebrar o estereótipo do “hétero topzera”. Quem bate é o homem, e eu, como homem, posso pedir aos caras que pensem a respeito. Infelizmente, uma mulher é agredida a cada quatro minutos no Brasil, de acordo com os dados.

Qual a última vez que viu uma mulher ser agredida?

No início deste mês, em um restaurante japonês nos Jardins. Quatro caras mexiam com meninas da mesa em frente, dizendo barbaridades do tipo “Se organizar direitinho, rolam duas para cada um”.

Como você reagiu?

Fui lá conversar com eles. Numa boa, baixinho, sem escândalo, perguntei: “Vocês não percebem que estão sendo inconvenientes?”. Eles pediram desculpas e pararam. Chega dessa cultura de piadinhas e brincadeiras de mau gosto!

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 4 de março de 2020, edição nº 2676. Angelo Pastorello/ Divulgação/Veja SP
Continua após a publicidade
Publicidade