Clique e assine por apenas 5,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Caçadores de histórias: de Paris Hilton à fila mais lenta que lesma

Ex-integrantes da Vejinha relembram furos jornalísticos, saias-justas e polêmicas vividas nos tempos de reportagem

Por Humberto Abdo - Atualizado em 25 set 2020, 13h51 - Publicado em 25 set 2020, 06h22

> De viagem para Dubai a repórter “infiltrado” na equipe de Paris Hilton, Alvaro Leme foi colunista do Terraço entre os anos 2005 e 2012. Leia a história completa clicando aqui.

 

Janete cobriu pautas de educação, consumo e celebridades em dez anos de Vejinha. Arquivo Pessoal/Reprodução

> Sobrevoar as mansões do Litoral Norte de helicóptero e correr a São Silvestre foram algumas das aventuras vividas por Janete Leão Ferraz em dez anos de Vejinha. Leia mais clicando aqui.

 

“Os melhores anos da minha vida foram no espaço do Estúdio Abril”, compartilha Ana Lúcia, que foi repórter visual da revista. Luiza Ferraz/Reprodução

> Repórter visual da Vejinha nos anos 1990, Ana Lúcia Zambon produzia fotos e ensaios para a revista e foi jurada na capa que elegeu os maiores “partidões” da cidade. Leia mais clicando aqui.

 

“Tenho saudade da possibilidade de criar uma revista que fosse relevante e contasse com pessoas para tirar dúvidas, discutir angústias e buscar sugestões”, resume Junia, ex-editora. Ana Vitale/Reprodução

> Promovida uma semana após ter dado à luz, Junia Nogueira de Sá descreve experiências como editora da Veja São Paulo. Confira o texto completo clicando aqui.

Continua após a publicidade

 

“Sinto falta de entrevistar gente e conhecer pessoas. Eu tinha uma curiosidade antropológica pelo ser humano e o Terraço me permitia descobrir histórias novas”, diz Ricky, ex-repórter. Lucas Lima/Reprodução

> No comando do Terraço Paulistano por três anos, Ricky Hiraoka já levou até tapa na cara de uma entrevistada insatisfeita. Confira a história completa neste link.

 

“Acabei me apaixonando muito por contar histórias da cidade”, diz Marcelo, ex-editor da Veja São Paulo. Paula Korosue/Reprodução

+Assine a Vejinha a partir de 6,90

> “Foi meu momento Indiana Jones”, brinca o ex-editor Marcelo Duarte sobre um dos dias de fechamento na Vejinha. Confira o relato completo no link.

 

“A capa que mais gostei de fazer foi a do meu velho amigo David Drew Zingg, o fotógrafo, principalmente porque sabíamos que metade das coisas de que falamos o leitor não iria entender…”, conta Ruy Castro, escritor e jornalista. Guillermo Giansanti/Reprodução

> Colunista da Folha de S. Paulo, Ruy Castro foi um dos primeiros repórteres a assinar o Terraço Paulistano. Leia a matéria clicando aqui.

 

+Assine a Vejinha a partir de 6,90

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 30 de setembro de 2020, edição nº 2706.

Continua após a publicidade
Publicidade