Clique e assine por apenas 6,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Sócios acionam Justiça para afastar Cris Dios do controle do Laces

Unidades de Itaim e Jardins foram palco de uma briga que envolve a chegada da marca Aveda à cidade

Por Mariana Rosario - Atualizado em 5 Feb 2020, 13h45 - Publicado em 17 Sep 2019, 11h16

O clima nos bastidores das unidades do Itaim e dos Jardins do salão Laces não é dos melhores. Dois dos sócios, donos de cerca de 30% da participação dos salões, estão em pé de guerra e acionaram a Justiça para afastar do comando a atual administradora de duas unidades, Cris Dios. A Justiça, no entanto, negou o pedido nesta segunda-feira (16).

Um dos motivos da rusga é a chegada ao Brasil da marca norte-americana de cuidados pessoais Aveda, sob a batuta de Cris. Um dos novos salões da marca norte-americana, inclusive, estaria a apenas 600 metros de uma unidade do Laces. Para além do incômodo envolvendo a  rival, os investidores também alegam não ter aprovado as contas do salão no último ano e dizem desconhecer transações que envolvem empréstimos a terceiros. “O afastamento dela ocorrerá em questão de tempo”, diz Eduardo Benetti, advogado do grupo Beautyinvest, opositor de Cris judicialmente. O grupo afirma que irá recorrer da decisão judicial.

Em nota, os advogados do Laces responderam à reportagem da Vejinha afirmando que “o contrato com os investidores das unidades Jardins e Itaim está sendo cumprido integralmente”. Sobre a chegada da Aveda, a notificação ainda ressalta que “aos investidores foi dado o direito de preferência para participação em todos os novos empreendimentos”. 

+PODCAST Jornada da Calma – Como meditar

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade
Publicidade