Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Briga entre síndico e condômino do Edifício Itália

Um grupo de condôminos do Edifício Itália, no centro, trava há anos uma briga na Justiça para destituir o síndico, Lorenzo Del Maffeo, acusado de má administração. Novos lances vêm esquentando ainda mais a batalha. No primeiro semestre de 2013, Del Maffeo teria tentado aumentar o seu salário mensal de 24 800 para 27 100 […]

Por João Batista Jr. Atualizado em 26 fev 2017, 22h41 - Publicado em 22 fev 2014, 00h57
O síndico Del Maffeo e o condômino Trotta: nova eleição ainda sem data para ocorrer (fotos: Mario Rodrigues e Fernando Moraes)

O síndico Del Maffeo (à esq.) e o condômino Trotta: nova eleição ainda sem data para ocorrer (fotos: Mario Rodrigues e Fernando Moraes)

Um grupo de condôminos do Edifício Itália, no centro, trava há anos uma briga na Justiça para destituir o síndico, Lorenzo Del Maffeo, acusado de má administração. Novos lances vêm esquentando ainda mais a batalha. No primeiro semestre de 2013, Del Maffeo teria tentado aumentar o seu salário mensal de 24 800 para 27 100 reais. “O síndico subiu a própria remuneração, mas teve de voltar atrás depois de dois meses, quando prestei queixa à polícia”, afirma o advogado e condômino Ricardo Trotta. Um problema mais recente envolve a prestação de contas de 2013 do prédio. Até a última quinta (20), ela não havia sido apresentada (isso deveria ter ocorrido em janeiro). “Aqui não é pastelaria, preciso de três meses para fechar o balanço”, defende-se Del Maffeo. A oposição se articula para emplacar um candidato do grupo nas próximas eleições do Itália, mas o pleito, previsto para o mês passado, foi adiado e não há ainda uma nova data para a sua realização. O síndico atual, que está há dez anos no cargo, cogita tentar a reeleição. “Se eu tiver energia, vou continuar”, promete Del Maffeo.

+ O síndico de 24 800 reais

 

Continua após a publicidade
Publicidade