Clique e assine com até 89% de desconto
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Barão da família Rothschild, morador do Morumbi, importa vinhos de seu clã

Desde que se mudou para São Paulo, em 2010, o barão francês Philippe de Nicolay Rothschild, de 57 anos, desperta curiosidade por uma série de fatores: faz parte de um tradicional clã dono de bancos e vinhedos, sua mãe foi a locomotiva social Marie-Hélène de Rothschild (amiga de Maria Callas e Salvador Dalí), conquistou o coração da socialite Cris Lotaif […]

Por João Batista Jr. Atualizado em 27 fev 2017, 01h06 - Publicado em 22 jun 2013, 00h45
Rothschild: importação de vinhos do clã tradicional

Rothschild: importação de vinhos do clã tradicional (foto: Luciana Prezia)

Desde que se mudou para São Paulo, em 2010, o barão francês Philippe de Nicolay Rothschild, de 57 anos, desperta curiosidade por uma série de fatores: faz parte de um tradicional clã dono de bancos e vinhedos, sua mãe foi a locomotiva social Marie-Hélène de Rothschild (amiga de Maria Callas e Salvador Dalí), conquistou o coração da socialite Cris Lotaif (ex-Saddi) e construiu uma das casas mais lindas de Trancoso, na Bahia. Aos poucos, instalado no Morumbi, torna-se cada vez mais integrado à metrópole. Nas próximas semanas, começará a importar vinhos produzidos por sua família, como o Château Lafite Rothschild. “Hoje uma garrafa por aqui pode custar 9 000 reais. Quero tornar o produto mais acessível.” A quem lhe for apresentado, uma dica: detesta ser chamado de barão. “Estou em um país presidencialista, onde não faz sentido o título de nobreza.”

Publicidade