Clique e assine por apenas 5,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Guerra contra a Sabesp no Litoral Norte

Ativistas do grupo Loucos pelo Sahy, liderado por Anderson Estavski, acusam que canos de esgoto estão vazando dentro da Área de Proteção Ambiental

Por Ana Carolina Soares - Atualizado em 11 out 2019, 15h21 - Publicado em 11 out 2019, 06h00

Faixas temporárias com os dizeres “Sabesp, pare de poluir o Rio Sahy” têm sido erguidas em pontos nobres da cidade e em praias do Litoral Norte. “Técnicos do Instituto de Conservação Costeira, do município de São Sebastião, atestam que vazamentos de canos da Sabesp estão poluindo os rios Negro e Sahy”, acusa o produtor cultural Anderson Estavski, 39, conhecido como Poio, líder do grupo Loucos pelo Sahy.

Poio em reunião no Bar Lurdes, na Vila Madalena Rogerio Pallatta/Veja SP

Ele divulga fotos do escoamento impróprio de esgoto dentro da Área de Proteção Ambiental Baleia Sahy e mobiliza personalidades que têm casa por lá, como o artista plástico José Roberto Aguilar, o advogado Fabio Delmanto e a atriz Livia Prestes, para protestar. A assessoria de imprensa da Sabesp confirma a poluição na região, mas alega que a culpa é de uma ocupação irregular. O caso rende um inquérito no Ministério Público.

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 16 de outubro de 2019, edição nº 2656.

Publicidade