Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Arri Coser e a milionária venda do Fogo de Chão

Um dos maiores fenômenos na história dos restaurantes brasileiros mudou de mãos na semana passada. A rede de churrascarias Fogo de Chão foi vendida pelos irmãos Jair e Arri Coser à gestora de investimentos GP, que era sócia com 35% de participação e agora tem 100% do negócio. Nascida como pouco mais do que um […]

Por admin Atualizado em 27 fev 2017, 13h07 - Publicado em 13 ago 2011, 01h05

Um dos maiores fenômenos na história dos restaurantes brasileiros mudou de mãos na semana passada. A rede de churrascarias Fogo de Chão foi vendida pelos irmãos Jair e Arri Coser à gestora de investimentos GP, que era sócia com 35% de participação e agora tem 100% do negócio. Nascida como pouco mais do que um galpão em 1979, na cidade de Porto Alegre, com seis empregados, ela hoje engloba 23 lojas (dezesseis nos Estados Unidos e sete no Brasil, três das quais em São Paulo) e tem 2 000 funcionários. Havia números disparatados no mercado a respeito do valor da transação. VEJA SÃO PAULO apurou que ela vai render a cada um dos manos gaúchos, que começaram a vida como garçons, cerca de 100 milhões de dólares. “Vou tirar um ano sabático, viajar bastante, tomar meus vinhos e até comer de vez em quando nos rodízios concorrentes”, diz Arri, 49 anos. E o futuro? “Pensarei nisso em meados de 2012, quando estiver cansado de não fazer nada”, respondeu rindo, enquanto comia uma fatia de bife de ancho e tomava uma taça de Barolo, seu tinto italiano preferido, “já como cliente, não mais como dono”.

Arri Coser: ano sabático

Publicidade