“Aprendi com as críticas”, diz Michelle Barros

Criticada por "exceder na alegria" em outros carnavais, jornalista é promovida de repórter para apresentadora do desfile do Anhembi na Globo em 2020

Nascida em Maceió, a jornalista Michelle Barros, 40, curtia a folia de Olinda (PE) na infância. Mas jura que passou seus melhores Carnavais no Sambódromo paulistano, que frequenta como repórter da Globo há cinco anos. Em 2016, virou meme (e alvo de críticas nos bastidores da emissora) por sua informalidade: fazia caretas ao vivo e criava apelidos. Carlos Tramontina, por exemplo, virou “Tramonta”. E ainda usou uma tiara de princesa. Uns a chamavam de “musa”, mas outros diziam que estava “alegrinha demais”. Polêmicas à parte, na sexta (21) Michelle estreia como apresentadora dos desfiles das escolas de samba, ao lado de Chico Pinheiro. “Aprendi com as críticas. Sou espontânea, mas, desta vez, estarei na medida certa”, promete.

 (Fabio Rocha/ Divulgação Globo/Veja SP)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s