A volta de Adryana. Sem a rapaziada.

Sucesso no início dos anos 2000 por causa de seu grupo de pagode, Adryana e A Rapaziada, a cantora Adryana Ribeiro promete uma volta triunfal. Ela regravou o clássico “Taj Mahal”, de Jorge Ben Jor, para rádios europeias. Diz ela que está bombando na Europa e rolou até convite para shows no exterior. VEJA SÃO […]

Adryana Ribeiro: sem a rapaziada, ela canta Jorge Ben Jor

Sucesso no início dos anos 2000 por causa de seu grupo de pagode, Adryana e A Rapaziada, a cantora Adryana Ribeiro promete uma volta triunfal. Ela regravou o clássico “Taj Mahal”, de Jorge Ben Jor, para rádios europeias. Diz ela que está bombando na Europa e rolou até convite para shows no exterior.

VEJA SÃO PAULO — Por que ficou tanto tempo fora da mídia depois do fim de Adryana e A Rapaziada?
Adryana Era um projeto de três discos e estava previsto para acabar.  Quando voltei a cantar sozinha, as gravadoras degringolaram com o aumento da pirataria. Achava que bastava gravar e fariam todo o resto por mim. Mas não é assim. Hoje, o cantor precisa estar envolvido diretamente na divulgação do disco.  Agora, sou gestora da minha carreira.

VEJA SÃO PAULO — Você fez o que nesse período longe dos holofotes?
Fiquei seis anos sem gravar. Continuei fazendo shows e trabalhei com artistas como Netinho de Paula.

VEJA SÃO PAULO — Alguma chance de voltar com a Rapaziada?
Adryana Não. Até mudei meu visual para acabar com essa história. Larguei a franja e voltei a usar meus cachos. Eles cobraram por anos nossa volta. Adryana e a Rapaziada era um produto para adolescente e não tenho mais idade para esse tipo de projeto. Estou descobrindo a intérprete dentro de mim e conquistando mais fãs.

VEJA SÃO PAULO — Como surgiu o convite para regravar “Taj Mahal”?
Adryana A editora Arlequim, detentora junto com Jorge Ben Jor dos direitos das músicas dele, estava procurando uma voz para dar uma nova energia para “Taj Mahal”. Eles queriam divulgar a música na Europa. Eu tinha ido lá na editora para participar de um projeto de samba e me convidaram. Lançamos há um mês e está bombando nas baladas de Londres, Itália e Espanha. Dois artistas na França querem gravar comigo.

VEJA SÃO PAULO — Você vai lançar a música no Brasil também?
Adryana Sim, e devo fazer um disco só com músicas do Jorge Ben Jor. Já tinha gravado uma canção dele, “O Vendedor de Bananas”.

VEJA SÃO PAULO — Vai fazer shows na Europa?
Adryana — Já estão me requisitando lá fora. Primeiro devo ir numa turnê de divulgação. Estamos fazendo um clipe para colocar no YouTube e minha versão de “Taj Mahal” ficará disponível no iTunes nos próximos dias.

VEJA SÃO PAULO — Você comentou que a música está bombando nas baladas. Você se sente um Michel Teló de saias?
Adryana (risos) Isso não posso dizer ainda. Mas gostaria de fazer tanto sucesso quanto ele.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s