Clique e assine por apenas 5,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

A trajetória de “Cinderela” de Geralda Sarraf, da ONG Love Together

Nascida em uma cidade afetada pela seca, ela criou uma ONG para para combater o problema e ajudar nordestinos

Por Ana Carolina Soares - Atualizado em 6 mar 2020, 15h24 - Publicado em 6 mar 2020, 06h00

Uma das dez filhas de um casal de funcionários públicos de Piancó (PB), Geralda Sarraf, 40, acompanhou de perto o drama da seca. Há 15 anos, sua vida deu uma guinada: foi estudar inglês em Nova York e lá conheceu o marido, o milionário John Sarraf, dono da marca de papéis US Alliance Paper. Largou o emprego de assistente de professora que tinha na capital paulista, no Morumbi, e se tornou dona de casa em Manhattan.

Em 2014, fundou a Love Together, ONG que ajuda nordestinos em vulnerabilidade social. Em 22 de março, a organização fará uma ação em São Paulo, no Grajaú. “É um dos bairros com o maior número de migrantes do Nordeste e, infelizmente, um local muito carente”, diz, com um sotaque misto de nordestino e americano. Pretende reunir mais de 35 profissionais da área da saúde, que atenderão cerca de 500 pessoas em consultas, farão testes de HIV e diabetes, medição de pressão e darão orientação dentária. Em 6 de abril, haverá um jantar de gala no Blue Note para arrecadar fundos para combater a seca.

Publicidade