Clique e assine por apenas 6,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

“Não saio daqui sem ir a uma churrascaria”, diz Buddy Valastro, o Cake Boss

  Um encontro gratuito neste domingo (20), no Shopping Eldorado, vai mobilizar os fãs brasileiros do programa Cake Boss, comandado pelo confeiteiro-celebridade Buddy Valastro e exibido nos canais TLC e Discovery Home and Health. Ele ainda comanda outras duas atrações na TV. + Atores contam como eram os bastidores de Castelo Rá-Tim-Bum + Zé Henrique […]

Por VEJA SP - Atualizado em 26 Feb 2017, 21h28 - Publicado em 18 Jul 2014, 18h22
19599_ADV_0909031_01_01-169

O confeiteiro e apresentador Buddy Valastro. Foto: Divulgação

 

Um encontro gratuito neste domingo (20), no Shopping Eldorado, vai mobilizar os fãs brasileiros do programa Cake Boss, comandado pelo confeiteiro-celebridade Buddy Valastro e exibido nos canais TLC e Discovery Home and Health. Ele ainda comanda outras duas atrações na TV.

+ Atores contam como eram os bastidores de Castelo Rá-Tim-Bum

+ Zé Henrique e Zilú terminam o namoro

Antes de chegar à cidade, o confeiteiro falou sobre a expectativa da primeira visita ao Brasil e diz que quer muito encontrar o público, de quem recebe muitas mensagens via Twitter. Confira a entrevista completa:

Sua família sempre está presente nos seus programas de TV e acompanha muito o seu trabalho. Eles costumam te acompanhar em viagens?

Continua após a publicidade

Sim, isso apenas depende de onde estou indo e o que irei fazer. A família é uma parte muito importante da minha vida e se posso experimentar um pouco do mundo, ninguém melhor para me acompanhar do que meus familiares.

Essa é a sua primeira visita ao Brasil?

É sim e eu estou muito animado para circular por aí e encontrar os meus fãs. Recebo muitas mensagens pelo Twitter e outras redes sociais dos brasileiros. Será ótimo encontrar essas pessoas incríveis e ver esse belo país.

Onde no mundo você abriria uma unidade da Carlo’s Bakery?

Neste momento o foco é os Estados Unidos, mas eu definitivamente gostaria de atuar internacionalmente.

Você espera que seus filhos trabalhem com você no futuro, já que você sucedeu seu pai a confeitaria?

Espero que  sim e que aprendam a trabalhar de forma ética. Porém, quero que façam o que os faça felizes. Eles devem aprender o que é trabalhar e o que trabalho duro significa.

Continua após a publicidade

Com os programas de TV e a administração da confeitaria, pode-se imaginar que você trabalha muito. Isso significa quantas horas por dia?

Pergunta engraçada. Depende para quem você perguntar: para mim ou para minha esposa. Eu estou sempre trabalhando. Mesmo quando não estou trabalhando, eu estou! Em média são até quinze horas por dia de cinco a seis dias por semana.

Quem toma conta da confeitaria enquanto você viaja?

Eu tenho muitos membros da minha família administrando áreas da Carlo’s Bakery. Mas mesmo quando eu estou viajando, permaneço em contato com eles, via telefone.

Como suas aparições na TV alavancaram seus negócios?

Certamente. Somos uma empresa global agora e isso não seria possível sem a TV. Antes eu tinha setenta funcionário e agora são 700.

Você se considera uma celebridade?

Continua após a publicidade

Não. Fico lisonjeado quando as pessoas querem tirar fotos comigo ou dar um olá quando me encontram. Muitas celebridades odeiam isso, mas eu amo. Sou um cara normal.

O confeiteiro Buddy Valastro

Buddy encontrará o público paulistano neste domingo (20) no Shopping Eldorado. Foto: Divulgação

Quantas pessoas vão à confeitaria diariamente?

Tenho sete unidades abertas e juntas elas recebem de 15 000 a 25 000 pessoas por dia.

Você faz seus bolos com fondant. Há algo impossível de fazer com fondant?

Não é uma questão de ser impossível, mas há bolos que ficam melhores com uma técnica ou outra. Sempre depende do projeto.

 Você já provou brigadeiro? É um doce brasileiro feito de chocolate…

Continua após a publicidade

Ainda não, mas ouvi falar. Como estou indo ao Brasil, é o melhor lugar para experimentar esse doce.

Você tem algum prato brasileiro favorito ou quer provar algo por aqui?

Não saio daqui sem ir a uma churrascaria.

Qual foi o seu melhor bolo e o maior desastre?

O maior desastre foi o bolo carrossel, que se espalhou pelo caminhão de entrega e não havia meios de segurá-lo no lugar. O melhor foi o inspirado no Transformers.

Que tipo de bolo você faria para homenagear o Brasil?

Eu me inspiraria no Carnaval. Adoraria ir ao Carnaval algum dia e fazer uma grande obra inspirada na festa.

Continua após a publicidade

 + 25 motivos para amar a Vila Mariana

Publicidade