Clique e assine por apenas 5,90/mês
O Sexo e A Cidade Por Blog Histórias, novidades e estratégias dos empresários do mercado erótico em São Paulo

Aplicativo para “ménage à trois” recebe investimento de 500 000 dólares; conheça o 3nder

Um grupo de executivos anônimos apelidado de “angels investors” (ou “anjos investidores”, numa tradução livre) aplicou 500 000 dólares recentemente no aplicativo 3nder, do desenvolvedor inglês Dimo Trifonov. Segundo matéria do jornal New York Post, a aposta desses homens de negócios reforça a tese de que este é um software promissor. + Os 10 mandamentos para […]

Por Ana Carolina Soares - Atualizado em 26 fev 2017, 14h20 - Publicado em 28 out 2015, 16h02
Lançado em julho do ano passado, o aplicativo tem 1 milhão de usuários no mundo todo (Foto: Reprodução Facebook)

Lançado em julho do ano passado, o aplicativo tem 1 milhão de usuários no mundo todo (Foto: Reprodução Facebook)

Um grupo de executivos anônimos apelidado de “angels investors” (ou “anjos investidores”, numa tradução livre) aplicou 500 000 dólares recentemente no aplicativo 3nder, do desenvolvedor inglês Dimo Trifonov. Segundo matéria do jornal New York Post, a aposta desses homens de negócios reforça a tese de que este é um software promissor.

+ Os 10 mandamentos para se dar bem no sexo, segundo a principal educadora sexual do país

Com o nome inspirado no Tinder e na expressão Threesome (ménage, em inglês), o programa conecta solteiros e casais que procuram sexo a três. Esse “match” ocorre via afinidades do Facebook, mas, apesar de usar a rede, o usuário pode ficar oculto para amigos e parentes.

Interface do 3nder

Interface do 3nder (Foto: Reprodução Facebook)

Apesar do laranjão berrante da interface, trata-se de um dispositivo discreto, com senhas de acesso, sendo possível se conectar com apelidos ou nomes fictícios. Por enquanto, só roda em dispositivos iOS: donos de celulares Android fazem campanhas na internet para liberar nessa plataforma.

+ Os pudores e os hábitos das mulheres de São Paulo

O 3nder foi lançado em julho do ano passado e já reúne mais de 1 milhão de usuários no mundo todo (um “aplicativo bebê” diante dos mais de 50 milhões de pessoas conectadas no Tinder). Está disponível em português, mas ainda não se sabe o número de brasileiros ou de gente aqui da cidade em busca de um “match”. Os moradores dos estados da Califórnia e de Nova York são a maioria por lá, pelo menos, por enquanto…

+ Confira as principais notícias da cidade

Continua após a publicidade
Publicidade