Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Pergunte ao Doutor Por Blog

Botox ajuda no tratamento da enxaqueca crônica?

  Um dos tratamentos utilizados para quem sofre com enxaqueca crônica é o botox. A aplicação de toxina botulínica em diferentes pontos da cabeça e rosto pode amenizar as dores, segundo a neurologista Ida Fortini,  do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. + É possível acabar com as caspas? Segundo a especialista, para […]

Por VEJA SP Atualizado em 26 fev 2017, 10h41 - Publicado em 19 ago 2016, 16h03

estresse-dor-cabeca

 

Um dos tratamentos utilizados para quem sofre com enxaqueca crônica é o botox. A aplicação de toxina botulínica em diferentes pontos da cabeça e rosto pode amenizar as dores, segundo a neurologista Ida Fortini,  do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

+ É possível acabar com as caspas?

Segundo a especialista, para o procedimento funcionar, é preciso que o paciente tenha recebido o diagnóstico correto de enxaqueca crônica. Em outros casos, não surte efeito. “Ele tem que ter dores por mais de 15 dias a cada mês, durante três meses seguidos”, disse. “Além das dores, o quadro para ser confirmado inclui náuseas, dores pulsáteis e intolerância a ruídos, por exemplo”, alerta.

 + Comer carboidratos à noite engorda?

O tratamento com botox é feito com injeções em pelo menos 31 pontos na cabeça. Entre eles, a testa, nuca e no músculo temporal. Ele pode ser feito a cada três meses, dependendo dos resultados. “O paciente recebe algumas aplicações e,  depois de um tempo, deixa de fazer para ver se o sistema se equilibrou e se as dores diminuíram”.

Continua após a publicidade

+ O excesso de luz pode aumentar a enxaqueca?

Segundo a neurologista, existem outros tratamentos também para quem sofre com enxaqueca crônica, mas eles não são específicos. Podem ser receitados antidepressivos, anticonvulsivos, entre outros medicamentos.

+ Chocolate pode causar uma crise de enxaqueca?

*O conteúdo deste post não substitui uma consulta médica. Procure sempre seu médico.

 

Continua após a publicidade
Publicidade