Edifício Montreal: a primeira torre de quitinetes de Niemeyer

Na época do lançamento, em 1951, o prédio tinha estúdios de valores que cabiam no bolso da classe média

Lançado em 1951: edifício Montreal

Lançado em 1951: edifício Montreal (Raul Juste Lores/Veja SP)

Boa parte da produção residencial do maior arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer foi para a elite, de casarões a edifícios de luxo em Belo Horizonte e no Rio. Menos famoso que o Copan, o Montreal, na esquina da Ipiranga com a Cásper Líbero, foi, por sua vez, a primeira torre de quitinetes (hoje chamadas de estúdios), a partir de 29 metros quadrados, projetada pelo arquiteto carioca. Os valores cabiam no bolso da classe média no lançamento, em 1951, quando os apartamentos no centro ainda eram enormes e para poucos. Em um terreno de 1 700 metros quadrados, foram erguidos 41 600 metros quadrados de área construída, com mais de 200 unidades. De quebra, um mural de Di Cavalcanti, no hall de entrada, e vários locais para comércio, no térreo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s