Venezianas são destaque em edifício de 1966 nos Jardins

O concreto aparente foi suavizado pelas treliças de madeira na construção da esquina das ruas Barão de Capanema e Cristóvão Diniz

As venezianas do Edifício São Félix (1966) dão sombra e privacidade a gosto do morador. O enrolar e o desenrolar desses quebra-sóis móveis garantem uma fachada com humores distintos. O concreto aparente foi suavizado pelas treliças de madeira, usadas por séculos da Andaluzia ao Brasil Colônia. O prédio, na esquina das ruas Barão de Capanema e Cristóvão Diniz, é uma das obras mais elogiadas dos arquitetos Alberto Botti e Marc Rubin, sócios desde 1955. O principal investidor foi o deputado conservador e ex-prefeito santista Silvio Fernandes Lopes, que construiu o Teatro Municipal de Santos, com o arquiteto Abrahão Sanovicz.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s