Clique e assine por apenas 6,90/mês
São Paulo do Alto Por Bruno Niz Imagens de drone que revelam uma cidade fascinante e ainda pouco conhecida

Conheça a responsável pelo paisagismo do Vale do Anhangabaú

Rosa Grena Kliass também trabalhou no projeto da Praça Benedito Calixto, em Pinheiros

Por Bruno Niz - 8 mar 2019, 06h00

Em 1981, o prefeito Reinaldo de Barros lançou um concurso público em parceria com o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) para alterar o trânsito do Vale do Anhangabaú. O objetivo era encontrar uma solução para o crescente número de atropelamentos de pedestres no corredor Norte-Sul. A proposta vencedora foi a dos arquitetos Jorge Wilheim e Jamil Kfouri, que, em conjunto com a arquiteta paisagista Rosa Grena Kliass, propuseram a criação de diferentes níveis para carros e pedestres. Assim surgiu a grande praça que existe até hoje por ali. Esse foi apenas um dos importantes trabalhos desenvolvidos pela paisagista. Entre seus demais feitos estão o Parque da Juventude, onde ficava o Carandiru, e a concepção de 44 praças espalhadas por vários bairros, como a Benedito Calixto, em Pinheiros, e a do Pôr do Sol, no Alto de Pinheiros. Formada na Faculdade de Arquitetura da Universidade de São Paulo (FAU-USP), Rosa tem uma carreira que se funde com a própria história do paisagismo no Brasil.

Rosa Grena Kliass: a arquiteta paisagista, propôs a criação de níveis entre pedestres e carros MARCELO SOUBHIA/Divulgação

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 13 de março de 2019, edição nº 2625.

Publicidade