Clique e assine por apenas 5,90/mês
Quanto custa? Por Alice Padilha A repórter Alice Padilha descobre quanto custam serviços e produtos de diversas áreas na capital.

Quanto custa o jantar mais barato no estrelado Fasano?

Confira a combinação mais em conta de entrada, prato principal, sobremesa e bebida sem álcool no luxuoso restaurante italiano dos Jardins

Por Alice Padilha - Atualizado em 5 ago 2019, 17h29 - Publicado em 5 ago 2019, 17h02

Com fogões sob o comando do chef Luca Gozzani, o requintado Fasano, do restaurateur Rogério Fasano foi eleita vinte vezes o melhor restaurante italiano pelo especial COMER & BEBER. Também é, ao lado do D.O.M. e do Maní, um dos três estabelecimentos paulistanos a receber as cinco estrelas máximas da equipe de críticos de VEJA SÃO PAULO.

Mas a qualidade cobra seu preço: o valor de um jantar por lá pode passar da casa dos 1.000 reais. Será que é possível comer no luxuoso restaurante com menos no bolso? Confira qual é a refeição mais barata do Fasano, nos Jardins, que inclui entrada, prato principal, sobremesa e bebida. Ela sai por 335,80 reais, contando os 15% de serviço garçons, maîtres e sommeliers.

Entrada

São três opções mais em conta, com preço idêntico de 99 reais. Uma delas é o carpaccio de filé-mignon com azeitona preta e pinhole e a outra, a polenta fresca com gorgonzola gratinada, além do suflê de queijo e creme de batata.

Polenta fresca com gorgonzola gratinada: 99 reais Lipe Borges/Divulgação

Prato principal

De prato principal, há duas possibilidades. Escolhe-se entre o nhoque recheado de ossobuco ao vinho branco e ervas e o tortelli de vitela com creme de parmesão e roti de vitela. Cada uma dessas ótimas massas custa 144 reais.

Continua após a publicidade
Nhoque recheado de ossobuco ao molho de ervas: 144 reais Divulgação/Divulgação

Sobremesa

O doce mais em conta da carta de sobremesas é o sorvete artesanal, a 39 reais, feito no restaurante nos sabores pistache, creme, figo, limão… São três bolas. Caso você queira economizar e ainda evitar calorias extras, a dica vai para as frutas da estação, por 36 reais.

Bebida

A água sai por 10 reais. Das opções alcoólicas, a cerveja Bohemia (355ml) vale 17 reais.

Fique de olho

Para viver uma experiência gastronômica mais completa, dois menus fechados podem ser mais vantajosos. Um deles é vegetariano. Por 350 reais, experimenta-se macarrão de chia com legumes e açafrão, creme de ervilha com legumes, risoto de parmesão curado mais balsâmico e creme de abóbora. Para finalizar os cinco pratos, há gelatina de coco com calda de frutas vermelhas.

Outra opção, a 371 reais, é para quem não tem restrições a carne e é fã de massa. São seis pedidas: fettucine ao vôngole, agnolotti de galinha-d’angola, paccheri ao molho genovese, ravióli de espinafre e ricota na manteiga de sálvia e, por último, calamarata (uma massa em formato de anéis grossos) com queijo pecorino, linguiça toscana e abobrinha. A sobremesa fica por conta de seis doces em tamanho míni. Ao lado do prestigiado tiramisu, estão mil-folhas, musse de chocolate, pudim de pistache, pera ao rum e creme brûlé.

Considerando os 15% de serviço, o primeiro sai a 402,50 reais e, o segundo, 426,65 reais.

Continua após a publicidade
Publicidade