William Waack dispara contra a TV Globo um ano após demissão

O apresentador foi o convidado do programa "Pingue-Pongue com Bonfá", no YouTube do jornalista Marcelo Bonfá

William Waack foi o convidado do programa “Pingue-Pongue com Bonfá”, no YouTube do jornalista Marcelo Bonfá. Um anos após ter sido afastado do Jornal da Globo por causa de comentários racistas feitos em 2017, o jornalista afirmou que não é mais chamado de preconceituoso pelo público e que a emissora carioca é um “ninho de cobras”.

“Qualquer grande empresa é. Como se falava na minha época, lá nos Correios e Telégrafos também é assim. Qualquer grande empresa tem pessoas de extraordinária capacidade e de caráter muito bom, e qualquer grande empresa terá também canalhas inomináveis, e acho que isso aí se aplica como regra da humanidade”, disparou Waack ao apresentador em vídeo publicado no YouTube na manhã desta sexta (9).

Na conversa, o profissional também relembrou os 21 anos que passou na TV Globo e disse que agregou valor ao telejornalismo da emissora: “O que eu trouxe para a emissora foi credibilidade e perícia técnica profissional que eu já tinha conquistado e consolidado. Eu cheguei na Globo com 30 anos de carreira”, argumentou.

Apesar dos comentários de tom racista terem custado seu emprego, Waack afirmou que não foi ofendido em lugares públicos, nem perdeu amigos. “Ao contrário, ganhei vários. Acho que a esmagadora maioria das pessoas percebeu que aquilo era uma piada de boteco, dito no ouvido de um amigo. Sussurrado como todo mundo faz depois de tomar duas cervejas e brincar”, argumentou, ressaltando que o vídeo não foi ao ar. “Aquilo evidentemente foi roubado de um servidor interno da TV Globo e fizeram o uso que fizeram”.

O jornalista também fez uma revelação sobre a sua saída da emissora: “Nós fizemos um documento, pelo qual a Globo e eu encerramos nossas colaborações. Esse documento tem várias cláusulas e uma delas é que não falamos mutuamente um do outro”, explicou Waack.

Ele também se diz feliz com a rotina um ano após seu afastamento da emissora: “É muito boa, por sinal. Imediatamente depois daquele episódio minha reação psicológica mais forte foi a de me livrar de um peso que parecia ter aquela coisa toda em volta de mim. E a sensação de liberdade, de independência e de um caminho que se abria em perspectivas era muito positiva”, relembrou. Atualmente à frente do Painel WW, uma versão para a internet do programa que comandava na GloboNews, o jornalista diz que não sente vontade de retornar para a televisão. Assista: 

Dê sua opinião: E você, o que achou do desabafo de William Waack? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s