Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Criticada, Tatá Werneck se desculpa por gafe no Prêmio Multishow

Fã se irritou com um deslize da apresentadora ao falar o nome do cantor Johnny Hooker, e a reclamação teve resposta nas redes sociais

Por Redação VEJA São Paulo 25 out 2017, 15h09

A apresentação do Prêmio Multishow rendeu críticas a Tatá Werneck nas redes sociais. O motivo? Um espectador não gostou nada da maneira como ela pronunciou o nome do cantor pernambucano Johnny Hooker.

  • Tem que aprender a falar o nome dos indicados quando apresenta uma premiação, viu? Estudo básico do roteiro”, reclamou o rapaz. A apresentadora respondeu diretamente a Hooker, alfinetando a plateia. Quem acompanhou a cerimônia certamente notou a dificuldade dela e de Fábio Porchat em entreter a plateia.

    Continua após a publicidade

    Questionada por um fã, ela completou dizendo que preferiu não pronunciar o nome dele completo por ter dislexia. “Eu tenho dislexia meu amor. Por isso optei por não falar. Mas Fabio perguntou. Beijos durmam com Deus”, rebateu a apresentadora. Pouco depois, ela deu a mesma justificativa a Hooker.  

    Continua após a publicidade

    O que parecia ser um princípio de treta descambou para uma troca respeitosa de elogios entre os dois. “Entendo que o nome é difícil”, respondeu Hooker ao pedido de desculpas da apresentadora. Tatá também baixou o tom e agradeceu a compreensão. “Sem brigas, já basta o mundo brigando e a gente tentando alegrar”, afirmou.

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade