Clique e assine por apenas 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Novidades da cultura pop e da internet

Vídeo: funcionários fazem “guerra de álcool em gel” ao fundo de telejornal

Momento inusitado ocorreu no canal SporTV, da Globo

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 11 fev 2020, 11h48 - Publicado em 11 fev 2020, 11h44

Um momento inusitado durante a programação do SporTV chamou atenção nas redes sociais na segunda (10). A jornalista Fabiola Andrade fazia uma análise do jogo de futebol entre São Paulo e Santo André, que ocorreu no domingo (9).

Enquanto ela comentava a derrota do clube do Morumbi para o do ABC, dois funcionários aparecem ao fundo do cenário, brincando com potes de álcool em gel. Eles tentar espirrar o conteúdo um no outro, enquanto pulam e dão risada.

A cena não durou mais do que dez segundos, mas foi o suficiente para virar piada. O vídeo foi compartilhado diversas vezes no Twitter, inclusive no Instagram de um dos participantes da “guerra”, o repórter Lucas Strabko, que revelou que tomou uma bronca pela aparição inusitada.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Guerra de álcool gel ainda será esporte esporte olímpico. Por enquanto só foi ao vivo no Redação SporTV HAHAHAHA mas falando sério, é por isso que eu amo trabalhar na Globo. Tem momentos sérios, momentos de descontração, mas sempre é um clima muuuuito bom. Todos são amigos. Tomamos uma bronquinha? Sim. E justa. Mas nunca deixam a gente parar de criar e ser o que a gente é. Estou realizando o maior sonho da minha vida: trabalhar aqui. Aliás, muito mais que poderia sonhar.

A post shared by Cartolouco / Lucas Strabko (@cartolouco) on

Guerra de álcool gel ainda será esporte esporte olímpico. Por enquanto só foi ao vivo no Redação SporTV”, começa o texto que acompanha o vídeo. “Mas falando sério, é por isso que eu amo trabalhar na Globo. Tem momentos sérios, momentos de descontração, mas sempre é um clima muito bom. Todos são amigos. Tomamos uma bronquinha? Sim. E justa”, explica.

Continua após a publicidade

“Mas nunca deixam a gente parar de criar e ser o que a gente é. Muitos me perguntam porquê não vou para o Youtube… É exatamente por isso. Estou realizando o maior sonho da minha vida: trabalhar aqui”, finaliza.

 

Publicidade