Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Roger Waters, um dos fundadores do Pink Floyd, detona Trump durante o festival Desert Trip

O músico Roger Waters, fundador e baixista do Pink Floyd, transformou seu aguardado show no festival Desert Trip, em um grandioso manifesto contra Donald Trump, o controverso candidato à presidência dos EUA. + Repórter da GloboNews se irrita com Donald Trump e solta palavrão ao vivo Em duas horas de apresentação, Waters “homenageou” Trump com algumas das canções […]

Por VEJASP Atualizado em 25 fev 2017, 21h42 - Publicado em 10 out 2016, 21h40

rog

O músico Roger Waters, fundador e baixista do Pink Floyd, transformou seu aguardado show no festival Desert Trip, em um grandioso manifesto contra Donald Trump, o controverso candidato à presidência dos EUA.

+ Repórter da GloboNews se irrita com Donald Trump e solta palavrão ao vivo

Em duas horas de apresentação, Waters “homenageou” Trump com algumas das canções mais famosas do Pink Floyd. O tradicional balão em formato de porco que flutua sobre a plateia ao som de Pigs (Three Different Ones), desta vez, trazia o rosto do empresário acompanhado das palavras “porco ignorante, mentiroso, racista, sexista”.
trum

Caso de a mensagem não ter ficado muito clara, o telão também projetou em letras garrafais: “Trump é um porco”. A face de Trump apareceu também telão acima do palco com a palavra “charade” (farsa, em inglês).
pig-1

Em outro momento, Waters trouxe um coro de adolescentes para acompanhá-lo em Another Brick in the Wall, outra referência de Trump, que promete construir um muro entre a fronteira dos Estados Unidos e do México caso seja eleito.

rog

O Desert Trip começou nesta sexta (7) e reuniu outros grandes nomes do rock, como Paul McCartney, The Who, Bob Dylan e Neil Young.

Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

Continua após a publicidade
Publicidade