Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Professora recebe carta de aluno após morte de cachorro

A família de Lucie Dunne precisou se despedir da mascote, o golden retriever Charlie. A mãe da jovem foi quem mais sentiu a partida do cachorro

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 22 fev 2018, 19h11 - Publicado em 22 fev 2018, 18h03

Quem tem ou já teve um animal de estimação sabe que perdê-lo não é uma tarefa fácil. Na semana passada, a família de Lucie Dunne precisou se despedir da mascote da família, o golden retriever chamado Charlie. A mãe da jovem foi a que mais sentiu a partida do cachorro. “A minha mãe está tão triste porque precisamos sacrificar o cachorro. Ela está ficando estressada porque precisa voltar para o colégio hoje“, contou a adolescente no Twitter.

A mãe de Lucie é professora. Um dos alunos da docente descobriu que a família teve que se despedir de Charlie e decidiu escrever uma mensagem de apoio — e até um poema em homenagem ao pet. A jovem compartilhou a cartinha do menino, chamado Callum, no Twitter. Em pouco dias, a história já acumula mais de 140 000 curtidas. Confira: 

Continua após a publicidade

Senhora Dunne, me desculpe se você não gostar da minha carta ou se ela deixá-la emocionada“, escreveu o menino na primeira página da mensagem. Na sequência, ele fez um poema em homenagem ao cachorro: “Querida Senhora Dunne, eu sinto muito pelo seu cachorro. Eu quero dizer que o seu cachorro era atrevido, eu aposto que o seu cachorro era muito atrevido. Feliz, eu aposto que o seu cachorro estava sempre feliz. Adorável, eu aposto que o seu cachorro era super adorável!“, diz a cartinha.

  • Sortudo, eu aposto que o seu cachorro era muito sortudo. Incrível, eu aposto que o seu cachorro era superincrível. Enérgico, eu aposto que o seu cachorro era sempre cheio de energia. Mas, acima de tudo, eu sei que o seu cachorro era especial. O seu cachorro está em um lugar melhor e está cuidando de você“, diz a mensagem — em inglês, a primeira letra de todas as frases forma o nome da mascote: Charlie! Uma poesia chamada acróstico 

    Na última página, Callum escreve “Charlie era um cachorro incrível” e finaliza assinando o nome. Não à toa, a história emocionante está chamando atenção na internet. 

    Dê sua opinião: E você, o que achou da história emocionante? Deixe seu comentário e aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook!

    Continua após a publicidade
    Publicidade