Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Professora surpreende com atitude altruísta para ajudar aluna doente

"Eu sinto que fui abençoada com uma boa saúde, então nós precisamos compartilhá-la", disse a docente após a repercussão da história

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 5 fev 2020, 14h08 - Publicado em 17 Maio 2018, 17h22

Tanya Thomas é uma ótima professora. A mulher, que trabalha no colégio Slate Ridge, chamou atenção ao se oferecer para doar um rim para uma aluna de apenas 10 anos de idade após um amigo da família da criança publicar um apelo no Facebook. O curioso é que ela não conhecia a pequena aluna, Eva Evans, que estuda no colégio onde ela dá aula.

Após ver a publicação na internet, Tanya começou a fazer exames para garantir que ela poderia doar seu rim para a Eva. Felizmente, a professora descobriu que ela e a criança eram compatíveis. Os pais da menina, no entanto, não perceberam que a doadora do órgão trabalhava no mesmo colégio onde a Eva estudava – até que Tanya se apresentou após um encontro na escola.

Eva sofre de uma doença raríssima chamada glomeruloesclerose segmentar focal colapsante. Por causa da condição, a menina tem apenas 4% das funções de seu rim. A criança foi diagnosticada em agosto de 2017 e, desde então, toma cerca de 30 remédios por dia. Encontrar um novo rim para Eva se mostrou uma verdadeira batalha para a família da aluna. Mas, no dia 30 de maio, ela fará a cirurgia que poderá salvar a sua vida. No entanto, o procedimento só poderá acontecer se a menina estiver forte o suficiente. “Eu sinto que fui abençoada com uma boa saúde, então nós precisamos compartilhá-la“, explicou Tanya.

A professora diz que ela e Eva serão “irmãs de transplante” após a operação e que a criança tem “uma longa vida pela frente”. A menina também ficou animada ao descobrir que fará a cirurgia: “Eu fiquei muito feliz por que ela vai salvar a minha vida e eu não vou mais ficar doente“.

Ao descobrir que a doadora tinha conexão com o colégio onde a filha estudava, a mãe da menina, Alana Brown, foi às lágrimas. “Só quero agradecer uma mulher maravilhosa por um ato altruísta de amor e bondade. Ela é realmente uma pessoa incrível. Achei que ia perder a minha filhinha e agora eu posso vê-la crescer. Eu posso vê-la brincar, posso vê-la ir à formatura e se casar“, desabafou a mulher em entrevista. “Estou ansiosa pra ver a mulher que ela irá se tornar. E tudo isso é por causa da Tonya Thomas“.

Eva planeja documentar sua experiência com o transplante no YouTube para ajudar outras crianças em posições similares e está empolgada para ver o que a espera daqui para frente. 

As informações são do The Daily Mail.

Dê sua opinião: E você, o que achou da atitude altruísta da professora? Deixe seu comentário e aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook!

Continua após a publicidade
Publicidade