Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Paula Fernandes relembra depressão em bate-papo com Fernanda Souza

A artista recordou como descobriu a doença "com 19 para 20 anos", o que desencadeou os sintomas e como se curou

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 5 fev 2020, 14h11 - Publicado em 27 abr 2018, 12h13

Paula Fernandes foi uma das convidadas do programa Vai Fernandinha que foi ao ar nesta quinta (26). No bate-papo com a apresentadora do canal pago Multishow, a cantora sertaneja surpreendeu os espectadores ao relembrar o período em que enfrentou a depressão. A artista recordou como descobriu a doença “com 19 para 20 anos”, o que desencadeou os sintomas e como se curou.

Foi um conjunto de coisas: ter assumido responsabilidades muito cedo, ter me tornado arrimo da família. Eu não tinha uma Paula Fernandes paralela. Era muito a artista, o produto. Com 18 anos vi que faltava vida social. Tinha também a questão da condição financeira, que era muito ruim. Minha mãe usava uma calça jeans há 16 anos, porque comprava roupas para gente“, relembrou.

Avistei a janela e queria pular. Aí vi que o negócio estava feio. Emagreci 7 quilos, cabelo caiu…“, relembrou a cantora sobre as situações do dia a dia que fizeram com que ela percebesse que algo não estava certo — ela, então, decidiu procurar ajuda. “Minha mãe procurou psiquiatra e eu demorei milênios para aceitar, achava que era coisa de gente doida. Quando aceitei o tratamento e os remédios, comecei a melhorar. Fiquei três anos no processo. Comecei a sonhar de novo e as coisas foram acontecendo“, comemorou a cantora sobre a recuperação.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

A cantora também revelou que demorou para perceber a fama negativa que ganhou na internet: “Depois que as coisas começaram a acontecer, vieram outros problemas. O empresário que você está que às vezes não administra a coisa de uma forma legal. Na época do boom mesmo, em 2011, eu fiz 220 shows no ano. Foi a época que eu sofri mais com falta de uma administração da carreira“, revelou a cantora. “Surgiram coisas que me atrapalharam muito. Diziam que eu era antipática, que não atendia as pessoas. Eu não entendi por que as pessoas tinham essa impressão de mim. Eu não sou chata“, desabafou.

Comecei a entender que era algo ao redor. Ficava ‘pê da vida’ em casa, queria falar alguma coisa, mas quem vai me ouvir, quem vai saber que essa timidez não é antipatia? É simplesmente timidez“, argumentou. Após o papo sério, Fernanda Souza descontraiu o ambiente com uma brincadeira inusitada, que ela compartilhou com os fãs no YouTube. Assista: 

Dê sua opinião: E você, o que achou do desabafo de Paula Fernandes? Deixe seu comentário e aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook!

Continua após a publicidade
Publicidade