Clique e assine por apenas 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Padre Fábio de Melo faz desabafo após confusão em aeroporto

"Se havia irregularidade, não seria mais honesto com o cliente ligar pedindo providências?", questionou o religioso em mensagens que chamaram atenção

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 19 dez 2017, 13h02 - Publicado em 19 dez 2017, 12h48

Os problemas nos aeroportos brasileiros afetam, claro, também os famosos: nesta segunda (18), Padre Fábio de Melo usou seu perfil no Twitter para fazer um desabafo sobre uma confusão que enfrentou ao tentar embarcar em uma aeronave. “Compramos nossas passagens com 24 horas de antecedência, fizemos check-in hoje de manhã e, no portal de embarque, a LATAM nos impediu de entrar. Alegou não pagamentos. A operadora do cartão negou qualquer irregularidade“.

O desabafo chamou atenção e recebeu mais de 1 700 curtidas em poucas horas. Nos comentários, fãs do religioso questionaram como ele conseguiu fazer check-in: “Pois é o que me pergunto. Como autorizaram um check-in, emitem os cartões de embarque se existe irregularidade?“, questionou Fábio de Melo. Outro seguidor relatou um problema semelhante com a mesma companhia aérea: “Padre, aconteceu isso comigo na LATAM também… a minha sorte que comprei com muita antecedência e consegui reverter a situação“, explicou.

Não tivemos a mesma sorte. Não contamos com a boa vontade deles“, revoltou-se o padre. No Twitter, ele seguiu questionando a atitude da companhia área: “Se havia irregularidade, não seria mais honesto com o cliente ligar pedindo providências?“, publicou. “Avisar no momento de entrar no avião, privando-nos de demonstrar que o erro era de vocês?“.

Após não obter resposta da companhia aérea, Fábio de Melo ironizou a atitude da empresa no Twitter: “O twitteiro da LATAM deve estar de férias. Anunciou a chegada da Comandante Ursa em novembro e nunca mais apareceu“, disparou o religioso na internet.

Procurada, a assessoria de impresa da LATAM Airlines Brasil diz que “se sensibiliza com a situação e informa que está em contato com o cliente”.

Dê sua opinião: E você, o que achou do desabafo de padre Fábio de Melo no Twitter? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

Continua após a publicidade
Publicidade