Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Nove enfermeiras que trabalham com partos no mesmo hospital estão grávidas

O Centro Médico de Maine revelou a coincidência inusitada em uma publicação no Facebook na segunda-feira (25)

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 26 mar 2019, 12h29 - Publicado em 26 mar 2019, 10h57

Nove enfermeiras que trabalham todas na unidade de parto e recém-nascidos no maior hospital de Maine, nos Estados Unidos, estão esperando bebês para os próximos meses. O Centro Médico de Maine revelou a coincidência inusitada em uma publicação no Facebook na segunda-feira (25), em um clique que mostra oito das nove profissionais que estão grávidas. As crianças devem nascer entre abril e julho de 2019.

O clique mostra as enfermeiras usando os uniformes e segurando cartões, que revelam quando elas darão à luz. As profissionais estão compartilhando momentos de apoio durante a gestação — e planejam auxiliar nos partos umas das outras. “A felicidade aumentava a cada anúncio, nós estamos todas juntas!”, disse a enfermeira Erin Grenier. As informações são do Daily Mail. “É muito bacana chegar para trabalhar e ver outras pessoas que estão tão grávidas quanto você, vendo a barriga aumentar, e compartilhar essas experiências que nós estamos vivendo juntas”.

“Eu não acho que entendemos o que isso significa até tirarmos a foto e acompanharmos a repercussão nas redes sociais”, contou a enfermeira Lonnie Soucie. “É ótimo conversar com as pessoas! Eles fazem muitas perguntas… é como se eu fosse uma profissional”, disse Rachel Stellmach sobre a gestação — a mulher espera seu quarto filho e é a mamãe mais experiente do grupo.

“Acho que nós estamos ansiosas para criar os nossos filhos juntas. Esperamos que eles sejam amigos, brinquem juntos”, disse Holly Selby. O hospital revelou que todas as enfermeiras são registradas e que o centro médico está pronto para cobrir os turnos das mulheres quando elas entrarem em licença-maternidade.

Dê sua opinião: E você, o que achou da história inusitada? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook!

Continua após a publicidade
Publicidade