Clique e assine com até 89% de desconto
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Nova trama das 9 gira em torno da história de três mulheres

Amor de Mãe estreia nesta segunda-feira (25) na Globo, no lugar de A Dona do Pedaço

Por Estadão Conteúdo 25 nov 2019, 11h46

Criada e escrita por Manuela Dias, a nova novela das 9, Amor de Mãe, gira em torno de três protagonistas mulheres, mães, de diferentes realidades sociais, cujas vidas se cruzam durante a trama. A babá Lurdes, vivida por Regina Casé, é mãe de Magno (Juliano Cazarré), Ryan (Thiago Martins), Érica (Nanda Costa) e Camila (Jéssica Ellen). Com os quatro, Lurdes construiu um lar feliz no Rio, mas convive com um vazio há anos: não sabe o paradeiro do filho Domenico.

Nos anos 1990, quando ainda morava no Rio Grande do Norte, Lurdes (interpretada por Lucy Alves em flashback) teve o filho vendido pelo marido, alcoólatra, Jandir (Daniel Ribeiro), a uma traficante de crianças do Rio, Kátia (Stella Rabello/Vera Holtz) em troca de dinheiro. Isso aconteceu enquanto Lurdes dava à luz a filha do casal no hospital. Uma discussão com o marido acaba em tragédia, e Lurdes parte com os filhos para o Rio em busca de Domênico – e ainda acolhe um bebê recém-nascido abandonado no meio do caminho. Mesmo com o passar dos anos, ela não perde a esperança de encontrá-lo.

A vida de Thelma (Adriana Esteves) também é marcada por uma tragédia. Há 20 anos, sua casa pegou fogo com o marido e o filho dentro. Ela conseguiu salvar o filho, Danilo (Chay Suede), mas o marido morreu. Desde esse episódio, Thelma se tornou uma mãe superprotetora. Passados todos esses anos, ela enfrenta outro drama: descobre um aneurisma cerebral inoperável. Reavalia, então, a vida e a forma como criou o filho. Administradora do restaurante da família, Thelma mantém o negócio em sociedade com o irmão, Sinésio (Julio Andrade). Só que ele quer vender o restaurante, enquanto ela resiste à ideia.

Já Vitória (Taís Araújo), advogada bem-sucedida, sempre foi focada na carreira e ficou rica defendendo empresários e políticos. Quando ainda era casada com Paulo (Fabrício Boliveira), Vitória ficou grávida, mas perdeu o filho após ser agredida durante uma defesa no tribunal. A partir de então, ser mãe virou uma obsessão, a ponto de causar seu divórcio.

Ela decide adotar uma criança e, quando fica apta a se tornar mãe de um menino, engravida após um encontro casual com o biólogo ativista Davi (Vladimir Brichta) – que é inimigo de um de seus principais clientes, Álvaro (Irandhir Santos), dono de uma empresa que fabrica plástico. Após saber da gravidez de Vitória, Davi diz que vai ajudá-la a criar a criança, mas a aproximação do casal encontrará obstáculos nas escolhas dela como advogada.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Continua após a publicidade
Publicidade