Clique e assine por apenas 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Nostalgia do dia: As comunidades mais bizarras do Orkut

Ah, que saudaaades do Orkut… Naquela época, a vida era mais fácil, os problemas menos constantes e os GIFs animados bem mais toscos. Neste mundo mágico e misterioso que não faz mais parte das nossas vidas há pelo menos três anos, a risada era fácil e as comunidades… Ah! As comunidades. Elas eram impagáveis. Para […]

Por Tatiane Rosset - Atualizado em 27 fev 2017, 11h20 - Publicado em 3 mar 2013, 07h30

Ah, que saudaaades do Orkut… Naquela época, a vida era mais fácil, os problemas menos constantes e os GIFs animados bem mais toscos. Neste mundo mágico e misterioso que não faz mais parte das nossas vidas há pelo menos três anos, a risada era fácil e as comunidades… Ah! As comunidades. Elas eram impagáveis.

Para curar nossa melancolia, a página Comunidades do Orkut  (eles têm um tumblr também, é só clicar aqui) resolveu reunir comunidades mais engraçadas que eles encontram na já quase finada rede social. O Pop! Pop! Pop! separou as dez mais divertidas. Veja:

Poxa, mas eu quero ser a igreja! Um dos grandes trunfos das comunidades do Orkut era sua ironia, digamos, delicada. No jogo da inquisição, ninguém quer fazer o papel de população – só de Deus.

Um dos clássicos dos anos 2000. Quem nunca abriu um pote de sorvete que estava lá, escondidinho no fundo do freezer, e deu de cara com uma horrível massa de feijão? Maior tristeza da vida de uma pessoa. Essa comunidade era dedicada a todas as milhares de pessoas que passaram por essa frustração gastronômica.

Outro clássico do começo do século XX. O personagem Goku, da série Dragon Ball Z, eventualmente se transforma em um super sayajin. A sonoridade da palavra lembra “saia jeans” e pronto, lá se vai a imagem mística do super-herói dos animes…

Se sua vida parece um filme do Abbas Kiarostami, então essa comunidade é para você. Porque tudo parece passar va-ga-ro-sa-men-te…

Uma mãe? Uma mamãe? Uma mãe? Um mamão? Ok, a música dos Bregaboys é de difícil compreensão – talvez porque tenha toda aquela dancinha supercomplicada para fazer junto com a canção. Então, né? Um mamão vai na cabeça.

Continua após a publicidade

Lembra de quando oKeith Richards disse que cheirou as cinzas do próprio pai? O que não faltou na época foi piada com o guitarrista do Rolling Stones. Uma das melhores foi essa comunidade cheia de humor e amor para dar – porque cheirar o próprio pai pode ser o perfume, o cabelo…

Quem nunca teve um Djavan, certo? Aquela fração de segundo que parece que você já viveu antes. Uma sensação de desconforto de que você já esteve lá antes. Então você acabou de passar por um Djavan. Djavan, e não déjà vu.

Ah, a televisão aberta nacional! É tanta gente boa e original que não tem nem como confundir o Faustão com o Jô Soares, com o Raul Gil ou com o Gilberto Barros. Cada um com seu estilo e personalidade, figurças da televisão brasileira!

Quem não tem um amigo que, ao invés de falar granizo, falou granito e virou piada na rodinha pelas próximas 265 chuvas do ano. “Pô, tomara que não chova muito hoje… E se cai granito de novo! Hahahahaha” ou “Tá chovendo granito? Tomara que não caia uma pia em cima de mim! Hahahaha”, etc.

O filme pode até mostrar uma guerra nuclear que vai destruir toda a população, desde que os cachorrinhos continuem vivos para espalhar amor e compreensão por uma Terra dizimada pela ação corrosiva da bomba atômica.

E o que vocês acharam? Dá para sentir saudades do orkut? Sim, ou com certeza?

Ah, e se vocês tem alguma ideia de comunidade legal, mandem o link dela para gente! E aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook!

+ Leia mais novidades no blog Pop! Pop! Pop!

Continua após a publicidade
Publicidade