Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Noiva quase perde casamento após sofrer reação alérgica a buquê

A jovem de 23 anos achou que seria romântico colher as flores do arranjo especial na noite anterior a cerimônia, mas acabou se "envenenando"

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 15 dez 2017, 19h09 - Publicado em 15 dez 2017, 19h06

O casamento dos sonhos de Christine Jo Miller quase virou um pesadelo após a noiva se “envenenar”, acidentalmente, com seu buquê. A jovem de 23 anos achou que seria romântico escolher as flores do arranjo na noite anterior à cerimônia. Ela, então, encontrou delicadas flores brancas na propriedade dos pais em Nebraska, Estados Unidos. O belo arranjo, no entanto, estava repleto de flores neve-da-montanha, que podem causar uma reação alérgica seríssima.

Após colher as flores, Christine voltou para casa e foi para a cama, pronta para o casamento. Ao acordar, a noiva foi surpreendida ao lavar o rosto: com resquícios de neve-da-montanha nos dedos, o rosto da jovem ficou irritado e seus olhos ficaram tão inchados que ela mal conseguia enxergar. “Eu era a pessoa mais assustadora do meu casamento“, relembrou, com bom humor. A mulher, então, foi ao pronto-socorro da cidade, mas descobriu que a área de emergências estava fechada. 

Christine não queria perder o grande dia e, então, decidiu enfrentar a dor e a irritação para se casar com o noivo, Jon, de 24 anos. “Ela estava tendo dificuldades para manter os olhos abertos, eles estavam lacrimejando constantemente. Ela parecia infeliz“, contou o rapaz. Após sofrer durante a cerimônia, onde a noiva quase não conseguiu falar seus votos, os recém-casados faltaram à festa para levar a jovem ao hospital. “Achei que estava morrendo“, relembrou ao The Daily Mail.

Médicos deram uma injeção de esteroides para diminuir a reação alérgica. Após o atendimento, Christine continuava com dor, mas ela não queria perder a festa do próprio casamento: “Eu tinha uma irritação no meu pescoço, então eu queria tirar o meu vestido de noite para me sentir confortável. Eu corri até a loja mais próxima e comprei uma camiseta escrito ‘noiva’ e uma calça de pijama. Fui isso que eu usei para a nossa festa de casamento!“, relembrou.

  • Christine passou a maior parte da festa escondida embaixo de uma mesa, onde ela podia colocar seu rosto contra o chão gelado e chorar. Uma semana depois, o inchaço diminui e o fotógrafo do casal surpreendeu os recém-casados com uma “mini” festa para fazer os cliques oficiais do casamento. Após o começo desastroso, no entanto, a mulher garante que os eventos da noite só aproximaram ainda mais Christine e Jon.

    Dê sua opinião: E você, o que achou da história de Christine? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

    Continua após a publicidade
    Publicidade