Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

No hospital, mascote deu “último adeus” ao dono de 33 anos que morreu após hemorragia cerebral

Quando a hora de se despedir do jovem Ryan Jessen, de apenas 33 anos de idade, chegou, sua família sabia que existia um amigo que não poderia faltar: sua mascote, a leal Mollie. O rapaz sofreu uma hemorragia cerebral mas, ao chegar no hospital, médicos disseram que ele não poderia ser salvo. Seus pais e sua irmã, […]

Por VEJASP Atualizado em 25 fev 2017, 20h42 - Publicado em 9 dez 2016, 12h59

ABRE

Quando a hora de se despedir do jovem Ryan Jessen, de apenas 33 anos de idade, chegou, sua família sabia que existia um amigo que não poderia faltar: sua mascote, a leal Mollie. O rapaz sofreu uma hemorragia cerebral mas, ao chegar no hospital, médicos disseram que ele não poderia ser salvo. Seus pais e sua irmã, Michelle, então se reuniram para dizer o último “adeus” ao ente querido.

+ Jovem de 27 anos será a primeira mulher a visitar todos os 196 países do mundo
+ Na Indonésia, gato não abandona túmulo da dona há um ano e comove a internet

Na hora da reunião, no entanto, a família percebeu que alguém estava faltando: foi quando eles pediram a autorização do hospital para trazer a cadela de Ryan. A equipe permitiu que Mollie entrasse no ambiente controlado e Michelle registrou o momento emocionante. No Facebook, a mulher escreveu: “O hospital fez algo muito doce ao permitir que a cachorra do meu irmão viesse ‘se despedir’ dele. Assim, ela saberá por que o dono nunca voltou para casa“, disse.

Se você conhecia meu irmão, sabe que ele realmente era apaixonado por esta amável cadela. Nossa família está extremamente comovida e honrada ao receber as histórias de vocês enquanto vocês partilham conosco nossa dor, assim como fomos tocados pela bondade de muitas pessoas. E não se preocupem com a cachorra: ela ficará conosco, é parte da família“, desabafou a jovem nas redes sociais. Assista: 

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=h_APfaIDRyI?feature=oembed&w=500&h=281%5D

No Facebook, Michelle também informou que o coração de Ryan foi doado e salvará a vida de um adolescente de 17 anos de idade a tempo para o Natal de 2016. As informações são do jornal The Mirror. 😢

Dê sua opinião: E você, o que achou da emocionante relação de Ryan com a mascote? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa fanpage no Facebook.

Continua após a publicidade
Publicidade