Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Modelo é preso após “detalhe” chamar atenção de testemunhas

O profissional de 34 anos de idade é suspeito de assaltar um banco e um posto de gasolina nos Estados Unidos

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 5 Maio 2017, 19h27 - Publicado em 5 Maio 2017, 18h10

O mundo do crime não compensou para David Byers, um modelo fitness de 34 anos de idade que foi preso por agentes do FBI suspeito de assaltar um banco e um posto de gasolina no estado de Connecticut, nos Estados Unidos. O rapaz foi reconhecido por testemunhas por causa de um pequeno “detalhe”: a tatuagem em seu pescoço.

Em sua fuga, o rapaz chegou a passar por mais de quatro estados americanos e foi localizado na quarta (3), em San Diego, na Califórnia. O modelo teria assaltado ao menos duas vezes o banco Chase, na cidade de Greenwich, e também um posto de gasolina no mesmo município. Ele então começou a fugir da polícia, passando por Nova York, Pensilvânia e Arizona.

https://www.instagram.com/p/_nF0qNua2w/?taken-by=stokes_photo

Ele foi detido por policiais do FBI na cidade californiana após ser reconhecido por causa de sua tatuagem no pescoço, que tinha sido descrita por testemunhas dos crimes. Os federais afirmam que ele foi acusado por outros crimes anteriormente, mas as autoridades não especificaram as infrações. Agora, David deve responder por diversos crimes, incluindo roubo e porte ilegal de armar.

  • O modelo fitness ganhou destaque após ser fotografado pelo profissional Michael Strokes. Os cliques foram compartilhados pelo fotógrafo no Instagram, onde ele acumula mais de 150 000 seguidores. Confira: 

    https://www.instagram.com/p/BHvun0DDkFW/

    As informações são do jornal EXTRA.

    Dê sua opinião: E você, o que achou da história inusitada? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook!

    Continua após a publicidade
    Publicidade